O que a Bíblia diz sobre a Vaidade?


O que a Bíblia diz sobre a Vaidade?
O que a Bíblia diz sobre a vaidade? O que é vaidade? Por que a vaidade é algo a ser evitado?

A Vaidade Definida

A definição secular de vaidade é, ter um orgulho excessivo no olhar, aparência, status ou habilidades em comparação com a dos outros. A palavra vã vem de vaidade e alguém que é vã tem a qualidade ou o carácter de ser vaidoso, narcisista (amante de si mesmo), e se vê como superior a todos os outros, independentemente de sua condição real na vida. Você vê um monte de vaidade em atletas profissionais de hoje (e não em todos eles) e aqueles com empregos com altos salários que exercem muito poder, prestígio e influência sobre os outros. Alguns veem a vaidade mais em Hollywood do que em qualquer outro lugar ou indústria, mas a vaidade está espalhada por todo o mundo em TV, filmes, revistas, jornais, e através da Internet. Você pode ver a vaidade andando na calçada ou na forma como alguém age ou fala com os outros. Deus se opõe a aqueles que são cheios de si mesmos (Tiago 4:6) e agem de uma maneira vã em direção a qualquer outra pessoa. A definição bíblica de vaidade ou a palavra vã é "vazia, inútil" ou "nada", como veremos mais tarde como isso é evidenciado pela declaração de Jesus para o culto hipócrita do líder religioso.

Salomão e a Vaidade

Salomão escreveu mais sobre a vaidade do que qualquer outra pessoa na Bíblia e a palavra vaidade é encontrada em Eclesiastes mais do que em todos os outros livros da Bíblia juntos. Talvez porque Salomão tinha tanta sabedoria, tinha tudo o que sempre quis, e estava no auge do poder, ele, pessoalmente, sabia muito sobre a vaidade por experiência, mas aparentemente ele se humilhou mais tarde (na verdade, Deus fez isso por ele) e é por isso que ele sabe tanto sobre a vaidade como vamos ler a partir de seus muitos escritos encontrados que são chamados de a literatura de sapiencial, principalmente em Eclesiastes, embora seja encontrado em outros lugares.

Eclesiastes 1:14 "Atentei para todas as obras que se fazem debaixo do sol; e eis que tudo era vaidade e desejo vão".

Salomão descreve vaidade como obras feitas aqui na terra e, no final, basicamente trata se de nada. Como ele escreve é como "correr atrás do vento" ou a tentar agarrar o vento. Eu diria que gosto deste; "É como tentar pregar gelatina na parede"

Eclesiastes 2:11 "Então olhei eu para todas as obras que as minhas mãos haviam feito, como também para o trabalho que eu aplicara em fazê-las; e eis que tudo era vaidade e desejo vão, e proveito nenhum havia debaixo do sol"

Se você olhar para tudo o que fazemos com as nossas mãos não há nenhum benefício real no final, me lembra o que Jesus disse: "Pois que aproveita ao homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma" (Marcos 8:36)?

Eclesiastes 2:15 "Pelo que eu disse no meu coração: Como acontece ao estulto, assim me sucederá a mim; por que então busquei eu mais a sabedoria; então respondi a mim mesmo que também isso era vaidade"

Tanto o tolo como o sábio terminam no mesmo lugar, porque tudo que é feito fora da sabedoria de Deus irá simplesmente dar em nada. Aqui está a verdadeira sabedoria; temer a Deus, porque isso é o princípio da sabedoria (Salmo 111:10).

Eclesiastes 4:4 "Também vi eu que todo trabalho e toda destreza em obras provêm da inveja que o homem tem do seu próximo. Também isso é e vaidade e desejo vão"

A rivalidade é certamente motivada pelo orgulho ou pela vaidade. Se há rivalidade entre vizinhos, lá você vai encontrar pecado. A rivalidade pode ser a cobiça dos bens de um vizinho ou até mesmo sua esposa ou seu marido. Onde há rivalidade, há sempre o orgulho.

Adorar a Deus em vão (ou vaidade)

Jesus disse à mulher samaritana no poço que, "Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade" (João 4:23-24). Jesus tinha dito anteriormente a mulher "Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos" (João 4:22), de modo que aparentemente podemos adorar a Deus de forma errada. É por isso que Jesus repreendeu os escribas e fariseus, "Hipócritas! Bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim. Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homem" (Mateus 15:7-9). Jesus estava citando um de seus livros favoritos para citações e, neste caso, Isaías 29:13.

Até mesmo os cristãos podem adorar a Deus em vão, ou seja, de uma forma inútil ou vazia. Sem a adoração de Deus e o temor de Sua magnificência, nós apenas atuamos com as emoções e isso não significa nada para Deus e como já li, é culto vazio ou inútil é tudo vaidade. Jesus disse à mulher no poço que o Pai procura a tais que assim o adorem em espírito e em verdade. Isso significa em humildade, contrito, espírito quebrantado e em verdade; verdade bíblica e qualquer coisa além de tudo isso é vaidade. Lembre-se que Jesus disse à mulher no poço "Vós adorais o que não conheceis" porque ela realmente não conhecia a Deus e não conhecia o Messias (Jesus), mas eu fui como aquela mulher por um tempo muito longo. Os escribas e os fariseus estavam adorando a Deus em vão, porque eles tinham amontoado suas próprias tradições (que não é verdade) e vangloriado de sua própria justiça (não no espírito correto). Suas doutrinas não eram verdades bíblicas, eram na verdade "tradições dos homens" e o que era ainda pior, eles consideravam suas tradições, superior as leis de Deus. As leis eram para honrar pai e mãe, mas eles não estavam obviamente fazendo isso (Mateus 15:4), mas eles estavam seguindo suas próprias tradições, substituindo as leis de Deus (o 5º Mandamento) e negligenciando seus próprios pais (Mateus 15:5-6).

Conclusão

Todo nós temos em nossa natureza a tendência de ser vãos e cheio de vaidade. Está dentro de nossa natureza caída, mas quando Deus nos dá o Seu Espírito, Ele nos dá um coração novo, não um coração de pedra, mas um coração de carne (Ezequiel 36:26). O Espírito de Deus muda nossos corações ... nós recebemos um transplante de coração ... um que é inclinado para agradar a Deus, para obedecê-lo, e adorá-Lo em espírito e em verdade. Ao fazê-lo, não é feito em vaidade ou em vão. Como Jesus disse do Pai, é "o Pai procura a tais que assim o adorem".

Tem dificuldade para entender a Biblia? Olha a novidade que tenho para você!

Um excelente método sobre como ler a Bíblia e entendê-la mais facilmente! Descubra como ser um grande leitor da Bíblia Sagrada sem ser um teólogo profissional

Se você deseja ler e enteder a Biblia, ainda hoje, terá à disposição um excelente material! Clique Aqui para adquirir seu ebook.

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.