Linguagem Do Amor: Demonstre Seu Amor

Linguagem Do Amor: Demonstre Seu Amor
“Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros”. João 13:34

Pense sobre o que as seguintes palavras têm em comum com o "amor": endereço, relatório, sonho, risco, força, piada, licença, excursão, plano, sussurro, suporte, casca, martelo, voar, atraso, pente, empréstimo, licença, bocejo, forma e juiz. Todas essas palavras são, substantivos e verbos, coisas e ações. E a revolução digital nos deu ainda mais: tweet, Google, e-mail e outros.

"Amor" como um verbo não é nada novo. O próprio Jesus ordenou aos seus discípulos a "amar uns aos outros." E João disse que Deus "amou o mundo" que Ele enviou Cristo para salvá-lo (João 3:16). O apóstolo Paulo escreveu seu famoso tratado sobre o amor em 1 Coríntios 13, onde ele falou principalmente sobre o "amor" como um substantivo. E mesmo que ele não usou o verbo "amar" em 1 Coríntios 13, ele descreveu o amor em termos de ação: "O amor é paciente, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se ufana, não se ensoberbece", e assim por diante. Em outras palavras, o verdadeiro amor é melhor identificado por aquilo que faz.

A próxima vez que você dizer a alguém "Eu te amo", certifique-se de que a pessoa pode responder "Eu sei", porque ela viu o seu amor em ação.

Amor falado pode ser facilmente desviado, mas o amor demonstrado é irresistível.

Pr. Aldenir Araujo

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.