Qual É A Definição Bíblica De Adultério?

Qual É A Definição Bíblica De Adultério?
Como a Bíblia define o adultério? Será que definição do mundo de adultério coincide com a Bíblia?

Adultério Definido

A Bíblia define o adultério como a relação sexual voluntária entre uma pessoa casada e alguém que não seja seu cônjuge. Adultério ainda carrega um estigma na nossa sociedade, embora no século passado, parecia ser mais aceitável; pelo menos por parte da sociedade, mas certamente não por Deus. A Bíblia nos diz o destino final de todos os que cometem imoralidades sexuais sem arrependimento (Apocalipse 21:8) e Deus adverte que aqueles que cometem tal ato, de forma alguma herdarão o reino, mas a escuridão e a separação eterna de Deus, como Paulo escreve: "Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas" (1 Coríntios 6:9).

O Antigo Testamento Sobre A Imoralidade Sexual

Salomão escreveu extensivamente sobre a prostituição e, claro, isso inclui homens e mulheres, uma vez que diz que "Caminho de Seol é a sua casa, o qual desce às câmaras da morte" (Provérbios 7:27). Mesmo no Antigo Testamento, a lei diz: "não trarás o salário da prostituta nem o aluguel do sodomita para a casa do Senhor teu Deus por qualquer voto, porque uma e outra coisa são igualmente abomináveis ao Senhor teu Deus" (Deuteronômio 23:18) e vem com um aviso: "Não profanarás a tua filha, fazendo-a prostituir-se; para que a terra não se prostitua e não se encha de maldade" (Levítico 19:29) "E se a filha dum sacerdote se profanar, tornando-se prostituta, profana a seu pai; no fogo será queimada" (Levítico 21:9). Essa é uma das advertências mais forte que há na Bíblia contra a imoralidade sexual e se você ler o Novo Testamento, você pode ver que qualquer tipo de imoralidade sexual será julgado por Deus, tal como Ele ordenou no Antigo Testamento (Êxodo 20:14).

A Imoralidade Sexual

Com toda certeza, o adultério não é o único pecado de imoralidade sexual, como Paulo escreve à igreja de Corinto, dizendo-lhes que eles (e nós) "...não vos comuniqueis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal nem sequer comais" (1 Coríntios 5:11) e "Não vos enganeis. As más companhias corrompem os bons costumes" (1 Coríntios 15:33). Paulo adverte ainda mais que devemos "Fugi da prostituição. Qualquer outro pecado que o homem comete, é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo" (1 Coríntios 6:18) portanto, "...bom seria que o homem não tocasse em mulher; mas, por causa da prostituição, tenha cada homem sua própria mulher e cada mulher seu próprio marido" (1 Coríntios 7:1-2) e, a propósito, Paulo escreve: "A mulher não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o marido; e também da mesma sorte o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a mulher" (1 Coríntios 7:4). A tentação de fazer sexo fora do casamento é a razão que Paulo escreveu a "Não vos negueis um ao outro, senão de comum acordo por algum tempo, a fim de vos aplicardes à oração e depois vos ajuntardes outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência" (1 Coríntios 7:5).

A Definição De Jesus De Adultério

Quando "Aproximaram-se dele alguns fariseus que o experimentavam, dizendo: É lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo? Respondeu-lhe Jesus: Não tendes lido que o Criador os fez desde o princípio homem e mulher, e que ordenou: Por isso deixará o homem pai e mãe, e unir-se-á a sua mulher; e serão os dois uma só carne? Assim já não são mais dois, mas uma só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem" (Mateus 19:3-6), de modo que; Jesus disse que o casamento é para a vida e o casal nunca deve se separar (exceto por adultério). Os fariseus pareciam desafiar o ensinamento, perguntando: "Então por que mandou Moisés dar-lhe carta de divórcio e repudiá-la?" (Mateus 19:7) e a resposta de Jesus foi "Pela dureza de vossos corações Moisés vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas não foi assim desde o princípio. Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por causa de infidelidade, e casar com outra, comete adultério; [e o que casar com a repudiada também comete adultério]" (Mateus 19:8-9). Jesus tinha dito anteriormente que "todo aquele que repudia sua mulher, a não ser por causa de infidelidade, a faz adúltera; e quem casar com a repudiada, comete adultério" (Mateus 5:32) por isso, se uma pessoa comete adultério sem arrependimento e permanente, eles podem divorciar-se por motivos bíblicos, mas "quem se casar com uma mulher divorciada comete adultério" e não existem cláusulas de exceção.

Conclusão

Jesus passou a definir o adultério do coração como sendo essencialmente o mesmo que o ato em si, embora o ato físico real é muito pior; por isso qualquer que contemplar a imoralidade sexual, incluindo o adultério, Ele diz "todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela" (Mateus 5:28). Com certeza, "as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia" (Gálatas 5:19) e, como diz Paulo, "como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus" (Gálatas 5:21). É assim que Jesus olha para os que cometem adultério e o destino final para todos os que se recusam a se arrepender de sua imoralidade sexual, incluindo adultério está por vir; "Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte" (Apocalipse 21:8).

Tem dificuldade para entender a Biblia? Olha a novidade que tenho para você!

Um excelente método sobre como ler a Bíblia e entendê-la mais facilmente! Descubra como ser um grande leitor da Bíblia Sagrada sem ser um teólogo profissional

Se você deseja ler e enteder a Biblia, ainda hoje, terá à disposição um excelente material! Clique Aqui para conhecer a Escola da Bíblia Shubert.

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.