A Importância da Fé (Parte 2)

A Importância da Fé (Parte 2)

Justificação

"Portanto, tendo sido justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo" (Romanos 5:1).

Paulo disse aos santos em Roma que somos "justificados pela fé". Muitas pessoas religiosas leem este versículo - e outros gostam dele - e inserem a palavra “somente” depois de fé. Eles, então, usam passagens como essa para "provar" que somos salvos pela fé, independentemente de quaisquer obras de obediência.

No entanto, a única vez que "somente a fé" ou "fé" é usada na Bíblia está em Tiago 2:24 - "Vedes então que é pelas obras que o homem é justificado, e não somente pela fé". Como vimos anteriormente, a obediência é uma parte inerente da fé bíblica.

Paulo inclusive abordou este ponto em sua carta aos romanos em que ele supostamente estabeleceu a ideia de que somos justificados pela fé somente (como muitos no mundo religioso acreditam). No início da epístola, escreveu ele, "pelo qual recebemos a graça e o apostolado, por amor do seu nome, para a obediência da fé entre todos os gentios" (Romanos 1:5). Ele também fechou a carta com uma menção da "obediência da fé" (Romanos 16:26). Quando Paulo falou sobre ser "justificados pela fé" (Romanos 5:1), ele estava se referindo a uma fé obediente.

Nós somos "justificados pela fé" (Romanos 5:1), mas o que é justificação? Justificação é declarar alguém justo ou reto. Isso não significa que Deus ignora os nossos pecados e nos chama justos, apesar deles. Em vez disso, devemos praticar a justiça para sermos chamado de justos. João escreveu: "Filhinhos, ninguém vos engane; quem pratica a justiça é justo, assim como ele é justo" (1 João 3:7).

No entanto, o fato de que ser justos exige que pratiquemos a justiça, não significa que somos justos por nossa conta. Paulo, ao citar os Salmos, disse aos romanos: "Não há justo, nem um sequer" (Romanos 3:10; Salmo 14:3; 53:3). A razão pela qual ninguém poderia ser chamado de justo era porque "todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus" (Romanos 3:23).

Como podemos conciliar essas passagens? Por um lado, João declarou que aquele que pratica a justiça é justo (1 João 3:7). Por outro lado, Paulo indicou que ninguém é justo, porque todos pecaram (Romanos 3:10, 23). Essas passagens se contradizem?

A Bíblia não contém contradições. Jesus disse: "A Escritura não pode ser anulada" (João 10:35). O que isto significa é que quando entendemos corretamente o contexto de cada passagem, uma passagem não vai ficar em oposição à outra passagem.

Como, então vamos harmonizar essas passagens? Nós certamente devemos praticar a justiça, mas nossas ações por si só não nos tornam justos. Deus, e somente Deus pode nos declarar justos; mas Ele vai fazê-lo quando nos encontramos Suas condições. Portanto, devemos concluir que a justificação é possível por causa do perdão. Pecamos, mas quando somos perdoados de nossos pecados, podemos ser considerados justos à medida que praticamos a justiça.

Portanto, visto que a fé leva a nossa justificação, e a justificação só é possível por causa do perdão, então devemos concluir que o perdão está inseparavelmente ligado à nossa fé. Sem fé, não podemos ser perdoados. A incumbência de Paulo de que ele recebeu do Senhor foi para ir aos gentios e "para lhes abrir os olhos a fim de que se convertam das trevas à luz, e do poder de Satanás a Deus, para que recebam remissão de pecados e herança entre aqueles que são santificados pela fé em mim" (Atos 26:18). O perdão é para aqueles que foram "santificados pela fé".

Deus não nos desafiou a tentar ganhar nossa salvação por meio de nossas obras. Ao contrário, Ele nos chamou para atender suas condições de perdão e praticar a justiça, para que possamos ser justificados diante dele. Leia:  A Importância da fé: Parte 1

Continua…

Tem dificuldade para entender a Biblia? Olha a novidade que tenho para você!

Um excelente método sobre como ler a Bíblia e entendê-la mais facilmente! Descubra como ser um grande leitor da Bíblia Sagrada sem ser um teólogo profissional

Se você deseja ler e enteder a Biblia, ainda hoje, terá à disposição um excelente material! Clique Aqui para conhecer a Escola da Bíblia Shubert.

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.