O que significa "se abster da aparência do mal?"

O que significa "se abster da aparência do mal?"
Os cristãos devem evitar o mal, mas que dizer da aparência do mal? O que isto significa?

Resistir ao mal

Quem dentre nós, que crê em Cristo, não foi tentado? Mesmo Jesus Cristo foi tentado no deserto e, portanto, não somos uma exceção ao fato de que vamos ser tentados, no entanto, não podemos culpar o diabo ou demônios, porque todos somos responsáveis ​​por nossas próprias ações e as consequências dessas ações. Então, como a tentação nos leva ao pecado? Tiago escreve: "Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta. Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência; então a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte" (Tiago 1:13-15). A questão é se permitimos que a tentação se demore e não resistimos a ela, então poderíamos abraçá-la e cair no pecado enquanto somos levados pelas nossas próprias concupiscências, o que significa que há responsabilidade humana pelo pecado e não podemos apontar o dedo para Deus ou o Diabo ou seus demônios quando pecamos. Tiago nos dá o "Como" resistir ao Diabo escrevendo: "Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós" (Tiago 4:7). Em primeiro lugar, se nos submetemos a Deus, estamos sendo submissos a Deus ou obedecendo aos mandamentos que Ele nos deu. Se fizermos isso e depois resistir ao Diabo, ele "fugirá de nós" porque Satanás não pode tentar tão facilmente um cristão que está vivendo em obediência.

A conduta cristã

Quando o apóstolo Paulo estava dando uma descrição de como o cristão deveria estar vivendo, ele incluiu a ordem "Exortamo-vos também, irmãos, a que admoesteis os insubordinados, consoleis os desanimados, ampareis os fracos e sejais longânimos para com todos. Vede que ninguém dê a outrem mal por mal, mas segui sempre o bem, uns para com os outros, e para com todos. Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. Não extingais o Espírito; não desprezeis as profecias, mas ponde tudo à prova. Retende o que é bom" (1 Tessalonicenses 5:14-21). É quase como uma descrição de trabalho para um funcionário, mas neste caso, estamos na família de Deus e nos é dito para não pagar o mal com o mal; para buscar o bem uns dos outros, para se alegrar constantemente, orar sem cessar, e ser grato por tudo. É por isso que Paulo diz "esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco". Não precisamos adivinhar a vontade de Deus, como é claramente revelado nas Escrituras, mas mais ainda, devemos "examinar tudo cuidadosamente" e depois se fizermos estas coisas, estaremos na vontade de Deus e não nos renderemos a aparência do mal.

A Aparência do Mal

Conhecemos um casal que alegava ser cristão que viviam um par de casas para baixo de nós e eles não eram casados, mas viviam juntos. Isso não é problema aos olhos do mundo, mas quando alguém afirma conhecer Cristo, mas não obedece a Cristo, seu testemunho para Cristo é manchado e seu testemunho não tem efeito. E ainda, faz mais mal do que bem alegar ser um crente quando o mundo em torno deles vê que eles estão vivendo de forma diferente do que eles alegam. O casal me perguntou uma vez: "Você acha que é pecado viver juntos sem se casar?". Eu disse a eles que minha própria opinião não era importante; e, sim o que a Bíblia diz que é importante e a Bíblia diz que devemos nos "Abster de toda espécie de mal" (1 Tessalonicenses 5:22). O que Paulo está dizendo é que se inclusive parece pecado para o mundo, não o faça. Devemos nos abster do mal, mas também devemos nos abster da aparência do mal, porque isso destrói nosso testemunho de Cristo. Isso mostra que, como cristãos podemos nos comprometer com o pecado, isso não deve ser tão sério. Eles podem não dizer isso com palavras, mas suas ações mostram isso. Por que deveríamos ser um obstáculo para os não crentes quando podemos ser sal e luz? Mesmo que o casal me dissesse que nunca tiveram sexo, quão convincentes eram suas vidas para os vizinhos e aqueles que os conheciam? Não muito, eu diria. Não são apenas os pastores que devem viver acima do opróbrio (1 Timóteo 3:2). Não há um conjunto de regras para os pastores e, em seguida, outro conjunto para os leigos viverem. Se não nos abstermos da aparência do mal, dizemos ao mundo que está tudo bem em pecar. Mesmo se não houver pecado, a aparência de fazer o mal é tão ruim quanto, porque a imaginação humana tende a preencher os espaços em branco e fazer suposições. Sim, é errado julgar pela aparência, mas se fizermos com que nosso irmão ou irmã tropece mesmo dando a aparência de que o que estamos fazendo é pecaminoso, estamos pecando. O mundo está assistindo ... e nós podemos ser a única Bíblia que eles lerão ... e se arruinarmos nosso testemunho de Cristo, então eles podem pensar (incorretamente) que todos os cristãos são assim ... apenas um monte de hipócritas. Sim, somos em alguns aspectos, mas eu diria, assim como todos os outros. A diferença é que nós o admitimos e sabemos que não somos perfeitos ... estamos infundidos com a justiça de Cristo (2 Coríntios 5:21).

Conclusão

Eu acho que o casal sabia que algo estava errado, caso contrário, por que eles se importariam com o que alguém pensava sobre suas vidas juntos? Se eles não tivessem nenhum problema com ele, eles nunca teriam sequer levantado essa questão, então o fato de que eles perguntaram sobre isso me mostra que eles sabiam que algo poderia estar errado com o que eles estavam fazendo. Eles me disseram que não tinham relações sexuais, mas como os vizinhos poderiam saber disso? O que isso diz ao mundo? Como podem os cristãos viver como o mundo e ainda alegar ser de Cristo? O apóstolo João adverte: "Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do Diabo: quem não pratica a justiça não é de Deus, nem o que não ama a seu irmão" (1 João 3:10), porque "Quem guarda os seus mandamentos, em Deus permanece e Deus nele. E nisto conhecemos que ele permanece em nós: pelo Espírito que nos tem dado" (1 João 3:24), e a verdade é: "Todo o que permanece nele não vive pecando; todo o que vive pecando não o viu nem o conhece" (I João 3:6), não importa como eles se justifiquem. Claramente, "Aquele que é nascido de Deus não peca habitualmente; porque a semente de Deus permanece nele, e não pode continuar no pecado, porque é nascido de Deus" (1 João 3:9), e isso significa que eles não vão querer dar a aparência de fazer o mal, mas sim, farão tudo o que puderem para viver uma vida santa que agrada a Deus ... e não uma vida que se concentre em agradar a si mesmos.

Tem dificuldade para entender a Biblia? Olha a novidade que tenho para você!

Um excelente método sobre como ler a Bíblia e entendê-la mais facilmente! Descubra como ser um grande leitor da Bíblia Sagrada sem ser um teólogo profissional

Se você deseja ler e enteder a Biblia, ainda hoje, terá à disposição um excelente material! Clique Aqui para conhecer a Escola da Bíblia Shubert.

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.