Orando com fervor

Orando com fervor
"Eu, pois, dirigi o meu rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, e saco e cinza" (Daniel 9:3).

Quanto mais você entender a santidade de Deus, mais você reconhecerá sua própria pecaminosidade.

As pessoas veem a oração de maneira diferente. Para alguns, é um último recurso depois que todas as opções humanas foram esgotadas: "Tudo o que posso fazer agora é orar por você!" Outros a consideram como um pneu de reposição espiritual - algo usado apenas em caso de emergência. Muitos que deveriam prosperar em oração têm sido envolvidos na complacência por uma sociedade opulenta e sem Deus.

Daniel, no entanto, viu a oração como uma oportunidade para expressar a paixão e o fervor de seu coração ao Deus que ele amava e servia. Em Daniel 9:3 ele diz: "Eu, pois, dirigi o meu rosto ao Senhor Deus, para o buscar". Isso implica que ele separou um tempo específico para dedicar à oração pensativa, séria e fervorosa. Isso é ainda mais apoiado pela forma como ele se preparou através do jejum e vestindo sacos e cinzas - símbolos de humildade e profunda contrição sobre o pecado. Veja como orar segundo a vontade de Deus

Pode parecer estranho que um homem da estatura espiritual de Daniel seja dominado por seu senso de pecado, mas quanto mais nos aproximamos de Deus, mais consciente nos tornamos de nossa pecaminosidade. Vemos isso em Paulo, que chamou a si mesmo de o principal de todos os pecadores (1 Timóteo 1:15). Isso pode parecer uma declaração ridícula para nós, mas Paulo viu o pecado como ele realmente era. Daniel também.

O título "Senhor Deus" no versículo 3 enfatiza o governo soberano de Deus sobre todas as coisas. Daniel sabia que Deus havia permitido o cativeiro babilônico e que somente Ele poderia livrar o Seu povo dele. Consequentemente, Daniel deu ao Senhor toda a sua atenção enquanto orava e buscava misericórdia para si e para o seu povo.

O fervor de Daniel é uma repreensão a grande parte da frivolidade que ouvimos em oração hoje. Foi profunda porque foi gerada pela Palavra de Deus e fundamentada em Sua vontade.

Tiago 5:16 diz: "A oração eficaz e fervorosa de um justo pode muito". Seja como Daniel - uma pessoa justa que ora fervorosamente com grande efeito.

Peça a Deus que lhe dê uma maior sensação de fervor na oração.

Seja sensível a qualquer pecado que possa estar dificultando suas orações.

Leia Lucas 11:5-13.

Qual parábola Jesus contou para ilustrar os benefícios da oração humilde e persistente?

Como Jesus comparou os pais terrenos com seu Pai celestial?

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:
1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.