Quando Você LideraVocê já viu uma posição de liderança arruinar alguém? (Por favor, esteja ciente de que estou distinguindo liderança real de apenas uma posição que implica liderança - presidente, CEO, pastor, pai, etc.). Eu já vi mais de uma pessoa trabalhar de forma criativa e diligentemente para conseguir uma promoção a uma posição de liderança, apenas para ver a mesma pessoa falhar miseravelmente pela falta de criatividade e diligencia.

O que acontece nessas situações?

Talvez as pessoas fracassem como líderes por causa da incapacidade de compreender que a liderança autêntica é sempre para o bem dos outros.

Quando José foi elevado ao cargo de primeiro-ministro no Egito, ele era apenas superado pelo próprio Faraó. Ele não assumiu sua posição de liderança para seu próprio benefício. Em primeiro lugar por causa do povo egípcio e, finalmente, para salvar sua família e, portanto, a linha judaico-messiânica - José entendeu que a sua elevação à alta posição não era por causa dele, mas para os outros.

Depois, há o caso de Moisés. Ele não foi resgatado e adotado na corte do Faraó para viver no luxo. Ele estava lá para aprender os caminhos do Egito, a fim de ser instrumento do Senhor para a libertação do seu povo da escravidão.

Apóstolos, como Pedro, Tiago e João puderam compreender liderança ainda melhor. Eles tinham o exemplo pessoal de Jesus diante deles. "O Filho do Homem não veio para ser servido", explicou ele, "mas para servir os outros e dar a sua vida em resgate por muitos" (Mateus 20:28). Assim, seus primeiros discípulos estavam comprometidos com a instrução, orientação e capacitação dos outros.

Onde foi que nós erramos?

Quem enganou os pastores e mestres da igreja a pensar que merecem regalias em vez de sofrer por amor de Cristo?

Quem enganou os líderes cristãos no mundo dos negócios e das profissões fazendo os pensar que eles estão "fazendo muito dinheiro" para obter mais fama e luxo do que outros líderes, em vez de tornar melhor a vida das pessoas que seguem eles?

Quem nos convenceu de que a liderança é sobre mandar nas pessoas, quando na verdade é sobre a abençoá-las?

Todos aqueles que estão olhando para você liderar sua família, local de trabalho, ou igreja tem o direito de esperar que você guie em vez de explorar, ensine em vez de intimidar e proteja em vez de maltratar. Certamente, vão esperar que você atinja as metas da empresa. É conveniente você prosperar a partir de um trabalho árduo. E não há nada de errado em ser reconhecido por suas realizações. Mas o objetivo final, esforço e realização é ser instrumento de Deus para ajudar os outros.

Os cidadãos do Reino de Deus vivem no amor de servir o chamado de Deus em suas vidas para melhorar os outros ao seu redor.