Primeiro; Teias de Aranha, depois, Cabos
Há um velho ditado que diz: “De início, hábitos são como teias de aranhas, depois se transformam em cabos” Todos nós sabemos quão verdadeiro é este provérbio. Alguns hábitos são ridiculamente difíceis de formar e outros quase impossíveis de se livrar.

Se continuarmos construindo nossos hábitos, eles podem se tornar vícios. Isto pode ser maravilhoso ou pode ser horrível.

Em 1 Coríntios 6:12 Paulo disse: "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas" É evidente que Paulo está falando sobre ser dominado por aqueles hábitos que nos levam para longe de Deus. Enquanto nada deve nos dominar, há alguém que deve ser o nosso Mestre.

Será que nossos hábitos estão nos dominando? Será que temos hábitos que se tornaram vícios? Será que estamos no controle de nossos desejos e hábitos? Muitos nesta vida não podem passar um dia sem fumar cigarros. Alguns não conseguem resistir à tentação de beber álcool. Outros estão sendo dominados pela TV, jogos, música e etc. Há tantos outros itens que poderíamos adicionar a esta lista.

O que está dominando você? Isto está prendendo você ao Mestre, ou prendendo você ao mundo? Muitos têm teias de aranha entre eles e Deus, e cabos de aço entre eles e o mundo. Vamos dar uma boa olhada em nós mesmos e ver quais hábitos destrutivos podemos ter em nossas vidas.

É hora de romper esses cabos destrutivos. Em vez disso, vamos formar bons hábitos. Vamos construir cabos inquebráveis ​​que nos ligam a Deus e não ao pecado.