A certeza do juízo de Deus
"Pois se a palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e toda transgressão e desobediência recebeu justa retribuição, como escaparemos nós, se descuidarmos de tão grande salvação? A qual, tendo sido anunciada inicialmente pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram" (Hebreus 2:2-3).

Há certo juízo para todos aqueles que não recebem Cristo como Salvador e Senhor.

Hoje a maioria acredita que Deus é um Deus de amor e graça, mas não de justiça. Um breve olhar para Hebreus 2:2-3 deveria convencer alguém de outro modo. O argumento do escritor é este: Como o Antigo Testamento deixa claro que transgressão e desobediência se encontraram com punição severa e justa, quanto mais será igual ou maior punição será feita sob o Novo Testamento, que foi revelado pelo próprio Senhor Jesus Cristo?

Tanto o Antigo quanto o Novo Testamento confirmam que os anjos foram fundamentais para trazer a lei (Deuteronômio 33:2 e Atos 7:38). A lei que os anjos falaram, principalmente os Dez Mandamentos, foi firme. Isso significava que se alguém quebrasse a lei, a lei iria quebrar o transgressor. A lei era inviolável; a punição por quebrá-lo era certa.

"toda transgressão e desobediência recebeu justa retribuição" (v. 2). Transgressão refere-se a atravessar uma linha - um pecado intencional e proposital. A desobediência, no entanto, refere-se à audição imperfeita - o pecado de fechar os ouvidos aos mandamentos, avisos e convites de Deus. É um pecado de negligência ou omissão, não fazer nada quando algo deve ser feito.

Hebreus 2:2 também repousa a noção de que Deus é justo. O escritor diz que cada pecado recebeu uma "justa retribuição". Deus, por Sua própria natureza, é justo. Todo castigo que Ele infligiu aos que o desafiavam foi um impedimento para o pecado que Ele queria deter.

Deus castigou severamente a nação de Israel porque eles conheciam muito bem. Isso leva ao importante princípio de que a punição está sempre relacionada com a quantidade de verdade que se conhece, mas rejeita. A pessoa que conhece o evangelho, que o compreendeu intelectualmente e creu, mas que se afasta, experimentará o castigo mais severo de todos.

Peça a Deus para dar-lhe uma apreciação ainda maior da punição que Ele o livrou, para motivá-lo a buscar os perdidos mais vigorosamente.