Ferramentas para nos ajudar a superar a tentação
1 Coríntios 10:13 “Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar”

Há certas coisas que cada um de nós vai enfrentar na vida. Uma dessas coisas é a tentação de pecar. A Bíblia nos ensina que "Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência" (Tiago 1:14). Tiago continuou mostrando o resultado final de alguém que se entregou à tentação: "então a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte" (Tiago 1:15).

Lamentavelmente, todos os homens e mulheres responsáveis devem reconhecer que houve momentos em que eles se entregaram à tentação e pecaram. "Se dissermos que não temos pecado, estamos enganando a nós mesmos e a verdade não está em nós" (1 João 1:8). A Escritura claramente diz: "Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Romanos 3:23).

Apesar disso, podemos encontrar encorajamento na promessa de Deus sobre a tentação: "Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar" (1 Coríntios 10:13).

Não há nenhuma tentação que enfrentamos que é exclusivo para nós. Outros não só experimentaram a tentação, como também a superaram. Temos a promessa, apoiada pelo nosso Deus infalível, de que, quando a tentação chegar, haverá uma maneira de escapar. Podemos suportá-la. Podemos superar.

Sabendo que cada tentação que enfrentamos pode ser superada, devemos nos esforçar para a perfeição. Como João escreveu: "Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis..." (1 João 2:1). Deus prometeu o caminho da fuga e que podemos vencer a tentação. O que Ele nos deu que, quando usado corretamente, nos ajudará a fazer isso?

Ele nos deu Sua Palavra - Quando Jesus foi tentado pelo diabo, Ele respondeu a cada tentação citando as Escrituras (Mateus 4:4, 7, 10). A palavra de Deus nos mostra o que é certo e o que é errado. Através dos mandamentos, instruções e exemplos contidos nela, Ele nos disse o que fazer e o que evitar, a fim de agradá-Lo.

Ele nos deu a capacidade de pensar e lembrar - Ao "acostumar-se à palavra" e praticá-la, aprendemos a "discernir o bem e o mal" (Hebreus 5:13-14). Devemos estudar a Palavra de Deus para que possamos recordá-la quando somos tentados. O salmista disse: "Escondi a tua palavra no meu coração, para não pecar contra ti" (Salmo 119:11).

Ele nos deu livre-arbítrio - Seremos tentados. Deus também disse que haverá uma maneira de escapar de cada tentação. Portanto, sabemos que nunca encontraremos uma situação em que nossa única opção seja o pecado. Nós sempre teremos a opção de fazer o que é certo. Os seres humanos não nascem totalmente depravados - inerentemente inclinados para o mal - como algumas pessoas ensinam. Podemos escolher pecar ou podemos escolher vencer. De qualquer maneira, a escolha a fazer é nossa.

Deus providenciou tudo o que precisamos para vencer a tentação. Cabe a nós aproveitar o que Ele deu. Deus "deseja que todos os homens sejam salvos" (1 Timóteo 2: 4), mas devemos usar as ferramentas que Ele forneceu - que são mais do que suficientes - para resistir ao diabo e submeter-se a Deus (Tiago 4:7).