Uma advertência aos intelectualmente convencidos
"como escaparemos nós, se descuidarmos de tão grande salvação? A qual, tendo sido anunciada inicialmente pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram" (Hebreus 2:3).

Muitas pessoas conhecem os fatos do evangelho, mas não se comprometem com ele.

Nunca vou esquecer uma senhora que veio até mim, confessando que ela era uma prostituta e estava desesperada por ajuda. Eu apresentei as reivindicações de Cristo a ela e perguntei se ela queria confessar a Cristo como Senhor de sua vida. Ela disse sim e orou, aparentemente convidando Cristo para sua vida.

Então eu sugeri que queimássemos seu caderno de contatos. Ela olhou para mim, incrédula e disse: "O que você quer dizer?" - "Se você quer viver para Jesus Cristo", eu expliquei, "e você realmente aceitou Seu perdão e O abraçou como Senhor, então você precisa provar isso". "Mas esse caderno vale muito dinheiro", disse ela. - Não quero queimar. Depois de colocá-lo de volta em sua bolsa, ela me olhou diretamente nos olhos e disse: "Eu acho que eu realmente não quero Jesus, não é?"

Quando chegou a hora de contar o custo, ela não estava pronta. Eu não sei o que se passou com ela, mas meu coração dói por ela e outros como ela.

Tenho certeza que você conhece pessoas como ela - elas sabem e acreditam que Cristo é o Salvador, elas sabem que precisam dele, mas elas não estão dispostas a fazer um compromisso com Ele. Talvez elas até mesmo vão à igreja e ouvem a Palavra de Deus. Eles são como o homem proverbial que diz acreditar que um barco o manterá flutuando, mas nunca põe o pé em um.

Essas pessoas são as mais trágicas de todas. Elas precisam ser advertidas - para que lhes dê um poderoso empurrão em direção a Cristo. Que o Senhor o use como seu instrumento para esse propósito na vida de muitos que estão à beira de uma decisão para Cristo.

Peça a Deus para suavizar o coração das pessoas que você conhece e que compreendem os fatos do evangelho, mas ainda não se comprometeram com ele.