O Espírito Santo nunca deixa o crente?
Jesus ensinou que o Espírito Santo viveria dentro de Seus seguidores para sempre: "E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Ajudador, para que fique convosco para sempre- o Espírito da verdade" (João 14:16-17). Toda pessoa que pertence a Deus tem o Espírito Santo dentro dela (Romanos 8:9).

Um dos ensinamentos mais fortes sobre este assunto é encontrado em Efésios 1:13-14. Paulo ensinou: "no qual também vós, tendo ouvido a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, e tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa, o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão de Deus, para o louvor da sua glória". O crente é marcado, selado e habitado através do Espírito Santo que mora no seu interior. Isso se estende desde a salvação até o futuro da eternidade quando somos redimidos e com o Senhor.

Antes do ministério de Cristo na Terra, o Espírito Santo funcionava de maneira diferente. Em vez de viver dentro ou habitando em cada crente, Ele capacitava certas pessoas em certos momentos para o serviço a Deus. Por exemplo, em Êxodo 31:2-5, Bezaleel foi capacitado pelo Espírito para construir e supervisionar a construção do tabernáculo como um lugar de adoração ao Senhor. O Espírito Santo estava com o rei Saul, mas depois o deixou (1 Samuel 16:14). O Espírito mais tarde estaria com Davi, que pediu a Deus para não tirar este dom dele (Salmo 51:11).

Em Atos 2, o Espírito Santo veio sobre todo crente. Após esse momento, o Espírito veio em formas especiais sobre os novos cristãos enquanto o evangelho se expandia para além dos judeus para aqueles em Samaria e para os gentios. Deste ponto em diante, o Espírito Santo continuou a habitar em cada crente. O Espírito Santo não deve ser extinguido (1 Tessalonicenses 5:19) ou entristecido (Efésios 4:30).

Em vez disso, os crentes devem andar no Espírito (Gálatas 5:16) e crescer no fruto do Espírito (Gálatas 5:22-23). Cada crente recebe um ou mais dons espirituais que devem ser usados ​​em benefício dos outros (Romanos 12:4-8; 1 Coríntios 12).

Quando pecamos, Deus não diz que Ele tirará o Espírito Santo de nós. Em vez disso, Ele ensina: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça" (1 João 1: 9). Deus nos promete o perdão quando confessamos nossos pecados.

O Espírito de Deus permanece conosco como crentes através de todos os momentos para nos ajudar a confessar o pecado, resistir à tentação e viver de uma maneira que agrada ao Senhor.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem