Um Salto de Fé

Um Salto de Fé
Não é incomum ouvir uma palestra sobre dar um salto de fé. Muitas vezes esta frase é usada para se referir a algum aspecto de nossa resposta a Deus - acreditando em Sua existência, reconhecendo Sua obra na criação, aceitando a Bíblia, cumprindo os Seus termos de salvação, ou confiando que o Seu caminho é o melhor.

O que é um salto de fé? Embora possa ser verdade que as pessoas usem essa frase de maneiras diferentes, parece que há uma maneira em que ela é geralmente usada. Para muitos, um “salto de fé” é uma disposição para acreditar em algo, mesmo que tenham dúvidas sobre isso. Se algo não pode ser provado, um "salto de fé" é necessário para aceitá-lo. Novamente, nem todos usarão essa frase dessa maneira, mas geralmente é assim que ela é usada. Portanto, esta é a definição que vamos considerar neste artigo.

A fé é absolutamente essencial para a salvação (Romanos 5:1; Hebreus 11:6). No entanto, Deus não espera que façamos um “salto de fé”. Ele espera que sejamos convencidos sobre Sua existência, Sua palavra e Suas promessas.

O escritor hebreu nos forneceu uma definição de fé: “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se veem” (Hebreus 11:1). Observe os termos que ele usou para descrever a segurança e a convicção de fé. Isso é mais do que um desejo. Fé não é acreditar em algo porque nós apenas queremos que seja verdade. Fé é acreditar no que Deus disse porque estamos convencidos de que é verdade.

Observe alguns dos apelos feitos através da palavra de Deus:

“Vinde, pois, e arrazoemos, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados são como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que são vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como a lã” (Isaías 1:18).

“Ora, Paulo, segundo o seu costume, foi ter com eles; e por três sábados discutiu com eles as Escrituras, expondo e demonstrando que era necessário que o Cristo padecesse e ressuscitasse dentre os mortos; este Jesus que eu vos anuncio, dizia ele, é o Cristo” (Atos 17:2-3).

Sabemos que “a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo” (Romanos 10:17). De acordo com os versos acima, que tipo de fé a palavra é capaz de produzir? Observe o chamado do Senhor para raciocinar através do profeta Isaías. Paulo também argumentou a partir das Escrituras, explicou-os e deu provas para convencer seu público de que o que ele estava dizendo era verdade. A fé que vem através deste tipo de ensino não é um desejo. É uma convicção baseada em evidências, fornecendo-nos a certeza de que o que Deus diz é absolutamente verdadeiro.

Devemos “andar pela fé e não pela vista” (2 Coríntios 5:7). O que isto significa? Devemos viver nossas vidas com base em um sonho, escolhendo acreditar nas promessas de Deus simplesmente porque gostaríamos de pensar que elas são verdadeiras? Certamente não! Observe as seguintes passagens:
  • "Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem anjos, nem principados, nem coisas presentes, nem futuras, nem potestades, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor” (Romanos 8:38-39). Paulo estava simplesmente desejando que nenhuma dessas coisas pudesse nos separar do amor de Deus, ou ele estava convencido de que eles não poderiam?
  • “Por esta razão sofro também estas coisas, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia” (2 Timóteo 1:12). Por que Paulo estava disposto a sofrer pelo evangelho? Foi porque ele estava convencido de que Deus cumpriria suas promessas. Se tudo o que Paulo tinha era uma esperança infundada, qual a probabilidade de ele estar disposto a sofrer como sofreu?
  • “Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, e que desde a infância sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela que há em Cristo Jesus” (2 Timóteo 3:14-15). Timóteo deveria permanecer nas Escrituras. Por quê? Não porque contivesse uma mensagem de “sentir-se bem”, mas porque ele havia se convencido da mensagem.
  • “cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé; tendo o coração purificado da má consciência, e o corpo lavado com água limpa” (Hebreus 10:22). Não devemos seguir a Deus com a esperança de que talvez as Suas promessas sejam verdadeiras. Nós devemos estar totalmente seguros destas coisas. Isso é fé real.
Há muitas outras passagens que poderíamos considerar também. Elas reforçariam o que já vimos. Nossa fé deveria ser mais do que um desejo. É preciso uma certeza e uma convicção de que Deus é real, sua palavra é verdadeira, seu caminho é o melhor, e suas promessas são certas. Quão importante é ter esse tipo de fé? “Sem fé é impossível agradar a Deus” (Hebreus 11:6). O tipo de fé que temos determinará se seremos ou não salvos no final.

Paulo escreveu aos irmãos em Colossos sobre a obra do Senhor em nossa reconciliação com Deus. Ele lhes disse que Cristo “vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, a fim de perante ele vos apresentar santos, sem defeito e irrepreensíveis, se é que permaneceis na fé, fundados e firmes, não vos deixando apartar da esperança do evangelho que ouvistes, e que foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, fui constituído ministro” (Colossenses 1:22-23).

Podemos nos manter justificados diante do Senhor, mas somente se continuarmos em uma fé firmemente estabelecida e firme. A palavra de Deus é capaz de produzir esse tipo de fé. Precisamos usar a Sua palavra corretamente para que possamos ter essa fé.

Não se contente com uma fé que é pouco mais que um devaneio. Saiba com certeza que Deus existe. Torne-se convencido de que Sua palavra é verdadeira. Esteja plenamente certo de que Ele cumprirá Suas promessas. Uma vez que você tenha esse tipo de fé, aja de acordo com ela (Tiago 2:24) e viva por ela (Romanos 1:17; Gálatas 2:20). Nós não precisamos dar um “salto de fé” para seguir a Cristo. Nós simplesmente precisamos “andar pela fé” (2 Coríntios 5:7).
Um Salto de Fé Um Salto de Fé Reviewed by Aldenir Araujo on 6/27/2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.