A Realidade da Guerra Espiritual
"Finalmente, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo; pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, conta os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniquidade nas regiões celestes" (Efésios 6:10-12).

A vitória na guerra espiritual acontece quando você identifica o inimigo, resiste aos ataques dele e depois toma a iniciativa contra ele.

Os Estados Unidos enfrentou muitas guerras, mas o Vietnã foi uma campanha particularmente frustrante. O terreno denso da selva tornava o inimigo difícil de ser encontrado e a guerra de guerrilha dificultava a luta.

Muitos vietnamitas que pacificamente trabalhavam nos arrozais durante o dia usavam a vestimenta negra do soldado vietcongue à noite e invadiam as tropas dos EUA desavisadas que estavam acampadas nas proximidades. A opinião pública americana era fortemente contra a guerra e a moral entre as tropas americanas era frequentemente baixa.

A guerra espiritual tem paralelos semelhantes. De maneira sutil e enganosa, Satanás se disfarça como um anjo de luz e "anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar" (1 Pedro 5:8). Seus emissários se disfarçam de apóstolos de Cristo e servos da justiça (2 Coríntios 11:13-15). É preciso sabedoria e discernimento para identificá-los e defender-se contra seus ataques.

A maioria das pessoas estão indefesas, no entanto, porque zombam do sobrenatural e negam a realidade da guerra espiritual. Eles acham que Satanás pode estar bem para tramas de filmes e vendas de livros, mas presumem que apenas os supersticiosos e crédulos o levam a sério. Infelizmente, muitos cristãos sucumbiram ao ridículo e abandonaram a batalha.

Efésios 6:10-24 nos lembra que a guerra espiritual é real e que Deus nos deu todos os recursos de que precisamos - não apenas para nos defendermos, mas também para tomar a iniciativa e vencer as forças das trevas.

Eu oro para que nossos estudos o encorajem na batalha e desafiem você a sempre ter “...armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo” (Efésios 6:11).

Busque discernimento e graça para identificar o inimigo e enfrenta-lo corajosamente.

Leia Efésios 6:10-24. Que armadura Deus forneceu para protegê-lo na guerra espiritual?