Orando Pelos Outros
"com toda a oração e súplica orando em todo tempo no Espírito e, para o mesmo fim, vigiando com toda a perseverança e súplica, por todos os santos" (Efésios 6:18).

Deus quer que você olhe além de seus próprios problemas e ore pelas necessidades dos outros.

O grande pregador D. Martyn Lloyd-Jones escreveu: "Antes da eclosão da Guerra Civil Espanhola, em Barcelona, ​​Madri e outros lugares, havia clínicas psicológicas com um grande número de neuróticos submetidos a tratamentos com drogas e outros frequentando regularmente a psicanálise. Eles tinham seus problemas pessoais, suas preocupações, suas ansiedades, suas tentações, ter que voltar semana após semana, mês após mês, para as clínicas, a fim de seguirem adiante.

"Então veio a Guerra Civil; e um dos primeiros e mais notáveis ​​efeitos dessa guerra foi que praticamente esvaziou as clínicas psicológicas e psiquiátricas. Essas pessoas neuróticas foram repentinamente curadas por uma ansiedade maior, pela ansiedade em relação a toda a sua posição, se as casas ainda estariam lá, se seus maridos ainda estariam vivos, se seus filhos seriam mortos.

"Suas ansiedades maiores se livraram das menores. Ao ter que dar atenção ao problema maior, esqueceram seus próprios problemas pessoais e os problemas um pouco insignificantes" (O Soldado Cristão - Exposição Sobre Efésios 6-10-20).

Essa é uma ilustração negativa de um princípio positivo: seus próprios problemas empalidecem quando você ora no Espírito em favor dos outros. Orar "no Espírito" (Efésios 6:18) é orar em concerto com o Espírito Santo - em harmonia com Sua Pessoa e vontade. É sinônimo de oração de acordo com a vontade de Deus (1 João 5:14).

Assim como o Espírito Santo intercede por você (Romanos 8:26-27), você deve interceder pelos outros. Isso nem sempre é fácil em nosso ambiente religioso contemporâneo, onde o egocentrismo é louvado e não evitado, e cada vez mais cristãos professos estão adotando a heresia da saúde, da riqueza e da prosperidade. Mas o mandato de Deus é que nos amemos uns aos outros, oremos uns pelos outros e procuremos os interesses uns dos outros (Filipenses 2:3-4). Deixe esse mandato governar todos os seus relacionamentos.

Faça uma lista das pessoas que você deseja interceder.

Passe tempo orando por cada pessoa, pedindo a Deus que lhe mostre maneiras específicas de ministrar às suas necessidades.

Leia Filipenses 2:1-11.

Qual deve ser sua atitude em relação aos outros crentes?

Como Cristo estabeleceu um exemplo de atitudes adequadas?