Dando Conselhos Piedosos
"Eu, da minha parte, irmãos meus, estou persuadido a vosso respeito, que vós já estais cheios de bondade, cheios de todo o conhecimento e capazes, vós mesmos, de admoestar-vos uns aos outros" (Romanos 15:14).

As Escrituras são a fonte do conselho piedoso.

Nos últimos anos, a questão de quem é competente para aconselhar tornou-se uma questão importante na igreja. Muitos pastores e outros líderes da igreja reduziram seus ministérios de aconselhamento ou os reprimiram completamente. Lhes fizeram se sentirem inadequados por não terem treinamento formal em técnicas de aconselhamento psicológico.

Por trás desse movimento, longe do aconselhamento pastoral, está a implicação sutil de que o Espírito Santo e as Escrituras são incapazes de abordar as necessidades mais profundas do coração humano. Alega-se que apenas a psicologia secular dispensada por analistas treinados pode fazer isso.

Mas a verdade é que o coração do homem é "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?” (Jeremias 17:9) Ninguém. Isso inclui conselheiros humanistas. O versículo 10 diz: "Eu, o Senhor, esquadrinho a mente, eu provo o coração". Só Deus pode entender o coração humano.

Davi orou: "Senhor, tu me sondas, e me conheces. Tu conheces o meu sentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Esquadrinhas o meu andar, e o meu deitar, e conheces todos os meus caminhos.... Para onde me irei do teu Espírito, ou para onde fugirei da tua presença?” (Salmo 139:1-3, 7).

Só Deus sabe o que está no coração de uma pessoa. Somente o Seu Espírito operando através da Sua Palavra pode penetrar nos pensamentos e motivos mais profundos para transformar o coração e renovar a mente (Hebreus 4:12; Romanos 12:2).

Os psicólogos profissionais não são substitutos para pessoas espiritualmente dotadas que conhecem a Palavra, possuem sabedoria divina, estão cheias de bondade e estão disponíveis para ajudar os outros a aplicar a verdade divina em suas vidas (Romanos 15:14).

Quando as pessoas pedem conselhos, a melhor coisa que você pode fazer é mostrar a elas o que a Palavra de Deus diz sobre o problema delas e como elas se aplicam à situação delas. Mas você não pode fazer isso a menos que conheça a Palavra e esteja permitindo que ela faça o seu trabalho em você primeiro. Então você estará em posição de aconselhar os outros mais efetivamente.

Agradeça a Deus pelo sábio e todo-suficiente conselho de Sua Palavra.

Reafirme seu compromisso de compartilhá-lo em todas as oportunidades.

De acordo com o Salmo 119:24, em que o salmista confiava para seu conselho?