Dando Atenção as Advertências de Deus
"Também por eles [Seus juízos] o teu servo é advertido; e em os guardar há grande recompensa" (Salmo 19:11).

Dar atenção às advertências de Deus traz proteção espiritual e grande alegria.

O Salmo 19:11 conclui o hino de Davi sobre a suficiência das Escrituras. Quão apropriado é que acabe anotando o valor da advertência de Deus, porque proteger Seu povo contra a tentação, pecado, erro, loucura, falsos mestres e qualquer outra ameaça ao seu bem-estar espiritual é uma grande preocupação para Deus.

Por exemplo, Deus disse ao profeta Ezequiel: "Quanto a ti, pois, ó filho do homem, eu te constituí por atalaia sobre a casa de Israel; portanto ouve da minha boca a palavra, e da minha parte dá-lhes aviso" ( Ezequiel 33:7). A grande tragédia do Antigo Testamento é que Israel rejeitou os "seus estatutos, e o seu pacto, que fizera com os pais deles, como também as advertências que lhes fizera" (2 Reis 17:15).

O apóstolo Paulo definiu seu ministério como o de proclamar a Cristo e "admoestando a todo homem, e ensinando a todo homem em toda a sabedoria" (Colossenses 1:28). Depois de exortar a igreja de Tessalônica a manter a pureza sexual, Paulo acrescentou: "porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos" (1 Tessalonicenses 4:6).

Ele também advertiu a igreja de Éfeso, dizendo: "Eu sei que depois da minha partida entrarão no meio de vós lobos cruéis que não pouparão rebanho, e que dentre vós mesmos se levantarão homens, falando coisas perversas para atrair os discípulos após si. Portanto vigiai, lembrando-vos de que por três anos não cessei noite e dia de admoestar com lágrimas a cada um de vós. Agora pois, vos encomendo a Deus e à palavra da sua graça, àquele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os que são santificados” (Atos 20:29-32). Ele fez isso declarando-lhes todo o conselho de Deus (v. 27).

As advertências das Escrituras não pretendem frustrar ou sufocar você. Pelo contrário, quando você as ouve, elas protegem você do dano espiritual e traz a alegria de saber que você está na vontade de Deus. Essa é a "grande recompensa" de que fala Davi no Salmo 19:11. Que você possa ganhá-la como ele fez ao dar ouvidos à Palavra de Deus em todos os aspectos da vida.

Dominado pela suficiência da Palavra de Deus, Davi orou: "Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, Senhor, Rocha minha e Redentor meu!" (Salmo 19:14). Faça dessa a sua oração também.

Releia Salmos 19:7-11, revendo cada característica e benefício das Escrituras. Pense cuidadosamente sobre como elas se aplicam à sua vida.