Razões Para Colocar Deus em Primeiro Lugar

Texto: Êxodo 20:1-7

Você provavelmente já leu o adesivo "Os cristãos não são perfeitos, apenas perdoados". Aquele adesivo me dá um toque de desconforto. Me deixa desconfortável quando os cristãos usam isso para uma desculpa irresponsável.

Quando vemos o declínio moral no mundo infectando os cristãos, devemos entender que os cristãos são responsáveis. Muitos cristãos não entenderam a graça pensando que a graça anula a lei. Somos salvos da condenação da lei por meio de Cristo, mas a lei nos responsabiliza por viver vidas dignas do chamado de Cristo. A graça salva, mas não nos torna menos responsáveis ​​diante de Deus, na verdade, a graça aumenta nossa obrigação para com Deus.
Razões Para Colocar Deus em Primeiro Lugar
Romanos 13:8-14

8 A ninguém devais coisa alguma, senão o amor recíproco; pois quem ama ao próximo tem cumprido a lei. 9 Com efeito: Não adulterarás; não matarás; não furtarás; não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. 10 O amor não faz mal ao próximo. De modo que o amor é o cumprimento da lei. 11 E isso fazei, conhecendo o tempo, que já é hora de despertardes do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando nos tornamos crentes. 12 A noite é passada, e o dia é chegado; dispamo-nos, pois, das obras das trevas, e vistamo-nos, pois, das armas da luz. 13 Andemos honestamente, como de dia: não em glutonarias e bebedeiras, não em impudicícias e dissoluções, não em contendas e inveja. 14 Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo; e não tenhais cuidado da carne em suas concupiscências”

Em Deuteronômio, quando Moisés convocou os israelitas com o propósito de lembrá-los da Lei que eles receberam no Monte Sinai, ele repetidamente usou três palavras significativas. A palavra "ouvir" é usada mais de trinta vezes, a palavra "aprender" foi usada sete vezes, e a palavra "observar" foi usada mais de cem vezes. Cada uma dessas palavras exige obediência do povo de Deus. Quando Moisés registra os Dez Mandamentos no livro de Deuteronômio, pouco antes de Israel cruzar o Jordão para ocupar a terra de Canaã, Moisés lembra a Israel da Lei dada no Monte Sinai. Moisés escreve: "Não com nossos pais fez o Senhor esse pacto, mas conosco, sim, com todos nós que hoje estamos aqui vivos" (Deuteronômio 5:3). Isso indica que a lei é dada a cada geração subsequente.

O Novo Testamento não anula nossa necessidade de obedecer aos preceitos morais encontrados na Lei de Moisés. Há muitas razões pelas quais Israel foi ordenado a ser obediente à Lei de Moisés. A graça multiplica as razões pelas quais devemos ser obedientes a esses preceitos morais. Jesus Cristo não veio para destruir a lei, mas para cumpri-la (Mateus 5:17). Ele veio nos mostrar como viver de acordo com os preceitos morais da lei. Ele veio para justificar-nos através do seu sacrifício, que satisfez as leis que exigem justiça.

É a própria natureza de Deus que estabelece os limites da lei. A lei de Deus não é arbitrária, mas define a essência de sua natureza. Deus deve ser fiel à lei, ou então ele nega sua própria natureza. Embora a lei fosse uma expressão de sua natureza, era necessário que ele atendesse às justas exigências da lei por meio da doação de seu próprio Filho. Sua natureza exigia justiça pelo pecado, mas sua natureza também exigia que ele atendesse às justas exigências da lei através do sacrifício de seu Filho. Foi a lei que exigiu um sacrifício pela nossa liberdade; foi Deus quem providenciou o sacrifício. Foi em Cristo que a justiça e a misericórdia se encontraram na cruz, fornecendo os meios da graça de Deus para cada um de nós.

Hoje é a graça que nos motiva a guardar a lei, enquanto confiamos no sacrifício de Cristo para nos salvar da condenação da lei quando falhamos. A lei precisa do amor e da graça como sua força motriz e requer o sacrifício de Cristo pelos nossos pecados, pois falhamos em viver de acordo com o padrão perfeito da lei.

O primeiro mandamento requer que Deus tenha o primeiro lugar ou nenhum lugar. O mundo antigo adorava uma multiplicidade de deuses, mas nenhuma dessas religiões exigia que seus deuses tivessem o primeiro lugar. A Lei de Moisés era única na medida em que exigia que Israel tivesse apenas em Deus. Moisés informa a Israel porque ele deve adorar a Deus.

1. As Razões Pelas Quais Israel Deveria Ser Fiel a Deus.

Deus deveria ser o Deus deles por quem ele é. Moisés escreveu os primeiros cinco livros da Bíblia durante o período de quarenta anos no deserto. Nesses livros, Moisés revelou Deus como a fonte e sustentador de suas vidas. Deus é criador do céu e da terra e eles são feitos à sua imagem.

Gênesis 1:1-3

1 No princípio criou Deus os céus e a terra. 2 A terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo, mas o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas. 3 Disse Deus: haja luz. E houve luz”

Moisés queria que os israelitas entendessem que a moralidade começou com Deus. Toda moralidade começa com a pessoa e a natureza de Deus. Moisés procura estabelecer a relação da pessoa de Deus e da lei. O trovão, o relâmpago e a nuvem no Monte Sinai junto com todas as pragas milagrosas no Egito criaram a relação entre a pessoa e a lei, pois aqueles milagres e leis revelavam a natureza e a pessoa de Deus.

A mesma razão se aplica àqueles de nós em Cristo, porque Cristo veio nos mostrar o Pai. Ele veio para nos mostrar como viver de acordo com os preceitos morais da lei. A lei foi desenvolvida em Cristo.

João 1:1-3,14

1 No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. 2 Ele estava no princípio com Deus. 3 Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez.. . . 14 E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai”

João 14:15

"Se me amardes, guardareis os meus mandamentos”

A lei se torna a diretriz para aqueles que foram confrontados por Deus, porque a lei emana da própria natureza de Deus. O amor de Cristo se torna a força motivadora.

Deus deveria ser o Deus deles por causa de sua fidelidade a eles. Deus fez uma promessa aos seus antepassados ​​e ele se responsabilizou por elas. É incrível para mim como Deus se manteve responsável perante nós pelas promessas que fez.

Gênesis 12:1-3

1 Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. 2 Eu farei de ti uma grande nação; abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; e tu, sê uma bênção. 3 Abençoarei aos que te abençoarem, e amaldiçoarei àquele que te amaldiçoar; e em ti serão benditas todas as famílias da terra"

Deuteronômio 7:8-9

8 mas, porque o Senhor vos amou, e porque quis guardar o juramento que fizera a vossos pais, foi que vos tirou com mão forte e vos resgatou da casa da servidão, da mão de Faraó, rei do Egito. 9 Saberás, pois, que o Senhor teu Deus é que é Deus, o Deus fiel, que guarda o pacto e a misericórdia, até mil gerações, aos que o amam e guardam os seus mandamentos”

Precisamos obedecer a Deus porque ele foi fiel a cada um de nós ao cumprir sua promessa a Abraão. A fidelidade de Deus é estendida a cada um de nós através de Jesus Cristo. Cristo foi o cumprimento da promessa de Deus a Abraão de abençoar todas as famílias da terra (Mateus 1:1ss). Quando nos revestimos de Cristo no batismo, nos tornamos um herdeiro da promessa feita a Abraão (Gálatas 3:26-29).

Deus deveria ser o Deus deles por causa do que Ele fez por eles. Deus demonstrou sua disposição de se envolver em suas vidas.

Êxodo 13:3

“E Moisés disse ao povo: Lembrai-vos deste dia, em que saístes do Egito, da casa da servidão; pois com mão forte o Senhor vos tirou daqui; portanto não se comerá pão levedado"

Devemos ser obedientes a Deus porque ele também estava nos tirando da escravidão quando ele tirou Israel da escravidão. Nossa esperança futura do céu tornou-se possível por causa do que Deus fez pelos israelitas no Egito. É por isso que Cristo se tornou a nossa Páscoa quando foi sacrificado como nosso Cordeiro da Páscoa (1 Coríntios 5:7).

Deus deveria ser o Deus deles porque desejava abençoar Israel. O pacto de Deus com Israel manifesta sua disposição de entrar em suas vidas para conceder suas bênçãos sobre eles.

Deuteronômio 28:1-14

1 Se ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra; 2 e todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, se ouvires a voz do Senhor teu Deus: 3 Bendito serás na cidade, e bendito serás no campo. 4 Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto do teu solo, e o fruto dos teus animais, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas. 5 Bendito o teu cesto, e a tua amassadeira. 6 Bendito serás quando entrares, e bendito serás quando saíres. 7 O Senhor entregará, feridos diante de ti, os teus inimigos que se levantarem contra ti; por um caminho sairão contra ti, mas por sete caminhos fugirão da tua presença. 8 O Senhor mandará que a bênção esteja contigo nos teus celeiros e em tudo a que puseres a tua mão; e te abençoará na terra que o Senhor teu Deus te dá. 9 O Senhor te confirmará para si por povo santo, como te jurou, se guardares os mandamentos do Senhor teu Deus e andares nos seus caminhos. 10 Assim todos os povos da terra verão que és chamado pelo nome do Senhor, e terão temor de ti. 11 E o Senhor te fará prosperar grandemente no fruto do teu ventre, no fruto dos teus animais e no fruto do teu solo, na terra que o Senhor, com juramento, prometeu a teus pais te dar. 12 O Senhor te abrirá o seu bom tesouro, o céu, para dar à tua terra a chuva no seu tempo, e para abençoar todas as obras das tuas mãos; e emprestarás a muitas nações, porém tu não tomarás emprestado. 13 E o Senhor te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás por cima, e não por baixo; se obedeceres aos mandamentos do Senhor teu Deus, que eu hoje te ordeno, para os guardar e cumprir, 14 não te desviando de nenhuma das palavras que eu hoje te ordeno, nem para a direita nem para a esquerda, e não andando após outros deuses, para os servires”

Devemos entender que nossa obediência não é sem as prometidas bênçãos de Deus. Jesus promete bênção aos fiéis.

Mateus 19:29-30

29 E todo o que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna. 30 Entretanto, muitos que são primeiros serão últimos; e muitos que são últimos serão primeiros”

Deus deveria ser o Deus deles porque o Seu amor disciplina Israel. Onde não há disciplina, não há amor. A disposição de Deus para disciplinar Israel era a prova de sua disposição em entrar em um relacionamento de aliança com eles. Basta ler os seguintes versículos em Deuteronômio quando Deus entra em suas vidas para avisá-los das consequências do desobediente. Deuteronômio 28:14-68
Deus continua a disciplinar seus filhos e é sua disciplina que prova que somos seus filhos.

Hebreus 12:5-11

5 e já vos esquecestes da exortação que vos admoesta como a filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, nem te desanimes quando por ele és repreendido; 6 pois o Senhor corrige ao que ama, e açoita a todo o que recebe por filho. 7 É para disciplina que sofreis; Deus vos trata como a filhos; pois qual é o filho a quem o pai não corrija? 8 Mas, se estais sem disciplina, da qual todos se têm tornado participantes, sois então bastardos, e não filhos. 9 Além disto, tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e os olhávamos com respeito; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, e viveremos? 10 Pois aqueles por pouco tempo nos corrigiam como bem lhes parecia, mas este, para nosso proveito, para sermos participantes da sua santidade. 11 Na verdade, nenhuma correção parece no momento ser motivo de gozo, porém de tristeza; mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos que por ele têm sido exercitados”

2. Deus Provaria a Sinceridade de Seus Esforços de Colocá-lo em Primeiro Lugar.

Eles seriam provados por falsos profetas. Nada demonstra nossa disposição de seguir a Deus mais do que os líderes que escolhemos para nos liderar. Líderes são simplesmente um reflexo do propósito e direção de nossas vidas. Eles são um reflexo dos valores que mantemos.

Deuteronômio 13:1-5

1 Se levantar no meio de vós profeta, ou sonhador de sonhos, e vos anunciar um sinal ou prodígio, 2 e suceder o sinal ou prodígio de que vos houver falado, e ele disser: Vamos após outros deuses-deuses que nunca conhecestes-e sirvamo-los! 3 não ouvireis as palavras daquele profeta, ou daquele sonhador; porquanto o Senhor vosso Deus vos está provando, para saber se amais o Senhor vosso Deus de todo o vosso coração e de toda a vossa alma. 4 Após o Senhor vosso Deus andareis, e a ele temereis; os seus mandamentos guardareis, e a sua voz ouvireis; a ele servireis, e a ele vos apegareis. 5 E aquele profeta, ou aquele sonhador, morrerá, pois falou rebeldia contra o Senhor vosso Deus, que vos tirou da terra do Egito e vos resgatou da casa da servidão, para vos desviar do caminho em que o Senhor vosso Deus vos ordenou que andásseis; assim exterminareis o mal do meio de vós”

1 Samuel 8:6-18

6 Mas pareceu mal aos olhos de Samuel, quando disseram: Dá-nos um rei para nos julgar. Então Samuel orou ao Senhor. 7 Disse o Senhor a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo quanto te dizem, pois não é a ti que têm rejeitado, porém a mim, para que eu não reine sobre eles. 8 Conforme todas as obras que fizeram desde o dia em que os tirei do Egito até o dia de hoje, deixando-me a mim e servindo a outros deuses, assim também fazem a ti. 9 Agora, pois, ouve a sua voz, contudo lhes protestarás solenemente, e lhes declararás qual será o modo de agir do rei que houver de reinar sobre eles. 10 Referiu, pois, Samuel todas as palavras do Senhor ao povo, que lhe havia pedido um rei, 11 e disse: Este será o modo de agir do rei que houver de reinar sobre vós: tomará os vossos filhos, e os porá sobre os seus carros, e para serem seus cavaleiros, e para correrem adiante dos seus carros; 12 e os porá por chefes de mil e chefes de cinquenta, para lavrarem os seus campos, fazerem as suas colheitas e fabricarem as suas armas de guerra e os petrechos de seus carros. 13 Tomará as vossas filhas para perfumistas, cozinheiras e padeiras. 14 Tomará o melhor das vossas terras, das vossas vinhas e dos vossos olivais, e o dará aos seus servos. 15 Tomará o dízimo das vossas sementes e das vossas vinhas, para dar aos seus oficiais e aos seus servos. 16 Também os vossos servos e as vossas servas, e os vossos melhores mancebos, e os vossos jumentos tomará, e os empregará no seu trabalho. 17 Tomará o dízimo do vosso rebanho; e vós lhe servireis de escravos. 18 Então naquele dia clamareis por causa do vosso rei, que vós mesmos houverdes escolhido; mas o Senhor não vos ouvirá”

Os falsos profetas e pessoas com motivos menos puros testam nossa fidelidade a Deus.

Atos 20:28-32

28 Cuidai pois de vós mesmos e de todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele adquiriu com seu próprio sangue. 29 Eu sei que depois da minha partida entrarão no meio de vós lobos cruéis que não pouparão rebanho, 30 e que dentre vós mesmos se levantarão homens, falando coisas perversas para atrair os discípulos após si. 31 Portanto vigiai, lembrando-vos de que por três anos não cessei noite e dia de admoestar com lágrimas a cada um de vós. 32 Agora pois, vos encomendo a Deus e à palavra da sua graça, àquele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os que são santificados"

Eles seriam provados com base em como eles tratavam seus companheiros hebreus.

Deuteronômio 15:12-18

12 Se te for vendido um teu irmão hebreu ou irmã hebreia, seis anos te servirá, mas no sétimo ano o libertarás. 13 E, quando o libertares, não o deixarás ir de mãos vazias; 14 liberalmente o fornecerás do teu rebanho, e da tua eira, e do teu lagar; conforme o Senhor teu Deus tiver abençoado te darás. 15 Pois lembrar-te-ás de que foste servo na terra do Egito, e de que o Senhor teu Deus te resgatou; pelo que eu hoje te ordeno isso. 16 Mas se ele te disser: Não sairei de junto de ti; porquanto te ama a ti e a tua casa, por estar bem contigo; 17 então tomarás uma sovela, e lhe furarás a orelha contra a porta, e ele será teu servo para sempre; e também assim farás à tua serva. 18 Não seja duro aos teus olhos de teres de libertá-lo, pois seis anos te prestou serviço equivalente ao dobro do salário dum mercenário; e o Senhor teu Deus te abençoará em tudo o que fizeres”.

Moisés diz: "lembrar-te-ás de que foste servo na terra do Egito, e de que o Senhor teu Deus te resgatou". Esta regra se estende a nós através de Cristo.

Mateus 7:12-14

12 Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós a eles; porque esta é a lei e os profetas. 13 Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; 14 e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz à vida, e poucos são os que a encontram”

A fidelidade dos israelitas foi provada com base em seu relacionamento com o mundo.

Êxodo 34:12-16

12 Guarda-te de fazeres pacto com os habitantes da terra em que hás de entrar, para que isso não seja por laço no meio de ti. 13 Mas os seus altares derrubareis, e as suas colunas quebrareis, e os seus aserins cortareis 14 (porque não adorarás a nenhum outro deus; pois o Senhor, cujo nome é Zeloso, é Deus zeloso), 15 para que não faças pacto com os habitantes da terra, a fim de que quando se prostituírem após os seus deuses, e sacrificarem aos seus deuses, tu não sejas convidado por eles, e não comas do seu sacrifício; 16 e não tomes mulheres das suas filhas para os teus filhos, para que quando suas filhas se prostituírem após os seus deuses, não façam que também teus filhos se prostituam após os seus deuses”.

Juízes 2:1-5

1 O anjo do Senhor subiu de Gilgal a Boquim, e disse: Do Egito vos fiz subir, e vos trouxe para a terra que, com juramento, prometi a vossos pais, e vos disse: Nunca violarei e meu pacto convosco; 2 e, quanto a vós, não fareis pacto com os habitantes desta terra, antes derrubareis os seus altares. Mas vós não obedecestes à minha voz. Por que fizestes isso? 3 Pelo que também eu disse: Não os expulsarei de diante de vós; antes estarão quais espinhos nas vossas ilhargas, e os seus deuses vos serão por laço. 4 Tendo o anjo do Senhor falado estas palavras a todos os filhos de Israel, o povo levantou a sua voz e chorou. 5 Pelo que chamaram àquele lugar Boquim; e ali sacrificaram ao Senhor”.

1 João 2:15-17

15 Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 16 Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo. 17 Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus, permanece para sempre”.

Conclusão: Colocar Deus em primeiro lugar é a base de toda a moralidade e a base de todos os relacionamentos humanos. A Bíblia tem centenas de mandamentos relacionados à nossa vida espiritual e ética, mas tudo começa com este primeiro mandamento de colocar Deus em primeiro lugar.

Como nos comportamos é a única maneira que temos de nos vermos em relação a Deus. Se falharmos em exaltar a Deus em nossas vidas, não haverá mudança permanente. Gritar mandamentos e ameaças às pessoas não produzirá mudanças. A mudança começa com uma visão de Deus em relação às nossas vidas quando nos relacionamos com os outros.
Razões Para Colocar Deus em Primeiro Lugar Razões Para Colocar Deus em Primeiro Lugar Reviewed by Aldenir Araújo on 3/26/2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.