A Fé de Abraão

Texto: Hebreus 11:8-10, 17-19

Introdução: Hoje vamos observar a fé de Abraão. 3 atos são mencionados a respeito de sua fé

A Fé de Abraão

I. A Fé de Abraão

A. Abraão é conhecido por sua fé. Quando pensamos em fé, o nome dele vem primeiro, ou pelo menos, é muito proeminente. Em Abraão, vemos uma grande fé desde a primeira vez que ele entra no quadro que continua a se desenvolver com sucessos e fracassos, até encontrá-lo oferecendo seu filho unigênito, Isaque pela fé. Mesmo na morte há demonstração de fé na vida que ele vive. O escritor hebreu revela isso.

B. Sua fé é destaque no Novo Testamento. Ele é mencionado cerca de 70 vezes.
1. Quando Paulo queria que os romanos entendessem a fé, ele fez referência a Abraão. Romanos 4:1-3, foi a sua fé que o justificou.
2. Gálatas 3:5-9 - A fé de Abraão é a nossa bênção. Quando nossa fé é como deveria ser, somos "filhos de Abraão"
3. “E creu Abrão no Senhor”. Uma frase digna de nossa atenção por um momento. Baseado em Gênesis 15:6 - onde Deus repete sua promessa a Abraão, que é um pouco impaciente. Deus promete a ele que uma de suas sementes seria o herdeiro (o problema estava no fato de que Sara era estéril). Deus o tranquiliza e “creu Abrão no Senhor”. Isso significa que ele colocou sua total confiança em Deus e esperaria que Ele cumprisse essa promessa. Amigos, se você quiser entender a diferença em crer em Deus e em acreditar em Deus - veja a vida de Abraão. Romanos 4:3, 22, Gálatas 3:6, Tiago 2:23 - falando de ele ser justificado pelas obras, e não APENAS pela fé.
4. O resultado de Abraão crer em Deus foi que isso lhe foi imputado como justiça. A ideia de justiça é ser declarado correto (diante de Deus). Romanos 4 e Gálatas 3 falam da sua fé sem as obras. Isto não está dizendo que, Abraão não fez nada, porque ele fez - ele obedeceu a Deus completamente (como veremos em um momento) - mas sim o que ele fez foi um resultado de crer em Deus. Tiago 2:23 cita este mesmo texto observando que ele trabalhou - o tipo de fé de que estamos falando. Nisto Deus considerou ou imputou a Abraão como justiça. O ponto - precisamos de fé, ou seja, uma atitude adequada, em tudo o que fazemos. Em que Deus nos declarará justos também.

II. Pela Fé Ele Deixou Harã. V. 8

A. Gênesis 11:27-32 vemos uma genealogia rápida de Abraão deixando Ur e terminando em Harã. Gênesis 12:1-6 fala de Abrão se mudando para Canaã depois que seu pai Tera morre em Harã, tendo vivido lá por algum tempo.
1. Entenda que Abraão foi chamado pela primeira vez em Ur dos caldeus. Nota Gênesis 12:1 diz: “o SENHOR DISSE a Abrão…” Se isso foi ou não repetido em Harã, não sabemos.
2. Atos 7:2-4 encontramos Estêvão recordando esta ocasião. Observe onde ocorreu o "chamado".

B. Nisto encontramos verdadeira obediência e confiança. Temos visto obediência em todos os exemplos - na verdade, é uma das características que os une. Mas aqui vai mais longe - espera-se que ele deixe tudo com o que se sente confortável e "pela fé" vá para uma nova terra que Deus lhe mostraria. Esta é a confiança COMPLETA em Deus.

C. Nós também seguimos a Deus pela fé. E com o mesmo chamado - só que a nossa terra é o céu. Nós não vimos, mas Deus promete. Então, estamos dispostos a mudar nossa caminhada nesta terra e seguir Seu caminho - sabendo o que nos espera do outro lado - PELA FÉ.

D. O que estamos dispostos a desistir nesta vida para receber a recompensa do céu? Romanos 12:1- - devemos ser transformados e não nos conformarmos com este mundo. O pecado não tem mais domínio sobre nós.

III. Pela Fé Ele Habitou em Tendas. V. 9-10

A. Ao examinar a vida de Abraão (Gênesis 12-25), você descobre que ele nunca teve uma residência permanente. Quantas vezes ele se mudou nós não somos informados, mas sabemos que duas vezes ele deixou a terra (indo para o Egito e Gerar) e que havia vários lugares onde ele construiu um altar e invocou o nome do Senhor. Porquê? Apenas não era importante para ele. Somente crer e agradar a Deus era importante.

B. Há uma boa chance de que a família de Abraão fosse bastante rica em Ur. A história dessa área aponta como um local de grande riqueza. No entanto, enquanto ele mora em Canaã (e lá ele se torna muito influente e rico), ele continua a morar em tendas. Este é um grande testemunho de sua fé - enquanto na terra prometida a ele, ele se recusou a comprar propriedades ou conquistar a terra (o único pedaço de terra que ele comprou foi um campo com uma cova para que ele pudesse enterrar sua esposa Sara [ Gênesis 23], e mais tarde ser enterrado lá - essa cova é um estudo interessante - (Gênesis 49:29-33).

C. Ele cria no céu - e esse era seu objetivo. Enquanto o que temos registrado no Antigo Testamento não lida extensivamente com a nossa recompensa eterna depois desta vida, sabemos que foi ensinado. Abraão SABIA que mesmo se em sua vida ele nunca recebesse uma única folha de grama na Terra Prometida, a palavra de Deus aconteceria. E ele receberia sua herança - no céu. Daí as palavras do autor em Hebreus 11:13-16.

D. Como vivemos nossas vidas aqui na terra? Nós realmente cremos em Deus e, assim, nos recusamos a tornar este mundo nosso lar?
1. Somos estrangeiros e peregrinos? (11:13), 1 Pedro 2:11
2. 2 Coríntios 5:1-8, nota verso 7 - caminhamos pela fé, não pela vista.
3. A maioria de nós diria que desejamos colocar Deus em primeiro lugar, mas será que alguma vez comprometemos sua palavra em busca de prazeres mundanos? Quanto estariam verdadeiramente dispostos a desistir dos bens deste mundo para ele?

E. O céu é uma fonte de motivação para nós? Há muitas promessas de um lar celestial no Novo Testamento direcionado a nós - nós as abraçamos como um incentivo para o que fazemos e o que não fazemos (ou seja, abandonamos)? Nós avançamos em direção a esse objetivo (Filipenses 3:14)

IV. Pela Fé Ele Ofereceu Seu Filho, Isaque. V. 17-19

A. Registrado em Gênesis 22:1-13, está o teste final da fé. Nisto encontramos uma fé em seu estado aperfeiçoado. Um breve exame do evento nos ajuda a entender a profundidade da fé que Abraão tinha. O Senhor aparece para ele e o instrui a ir a um lugar especificado (na terra de Moriá. V. 2) e oferecer seu filho, o filho da promessa. Abraão se levanta cedo na manhã seguinte e sai - cerca de 3 dias de viagem. Quando ele vê ao longe o lugar que ele deve ir, ele instrui seus moços a "Ficai-vos aqui com o jumento, e eu e o mancebo iremos até lá; depois de adorarmos, voltaremos a vós" (V. 5) Eles vão, Isaque indagando onde estava a oferta. Abraão responde: “Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto” (V. 8). Quando ele levanta o cutelo para sacrificar seu filho, o Anjo do Senhor o detém. Ele é elogiado, dizendo: “porquanto agora sei que temes a Deus, visto que não me negaste teu filho, o teu único filho” (v. 12)

B. Nisto temos fé que não questiona a Deus. Abraão pode não ter entendido porque Deus deu essa ordem, mas ele obedeceu mesmo assim. Ele pode não ter sabido como Deus restauraria a vida de Isaque, mas ele sabia que ele restauraria - porque Deus havia prometido a ele e essa promessa ainda não estava completa - nisso vemos a profundidade da fé de Abraão.

C. Observe o texto - Pela fé Abraão ofereceu a Isaque. O verbo “ofereceu” está no tempo perfeito, o que significa que aconteceu e os resultados estão presentes. Em outras palavras, este texto atesta a intenção de Abraão - ele iria fazê-lo. Nosso texto também mostra porque; - ele concluiu que Deus era capaz de ressuscitá-lo, até mesmo dos mortos (v. 19).

D. Como reagiríamos a tal ordem hoje? Nós tentaríamos afastar as ordens? Os homens fazem isso todos os dias! Nós começaríamos a nos submeter ao raciocinar: "Certo Deus, vai me deter agora?"
1. A verdadeira fé é vista em obedecer a Deus exatamente quando você enfrenta graves consequências e / ou não entende por que precisa fazer algo de uma determinada maneira.
2. Todas essas passagens que exigem nossa resistência atestam isso - Mateus 5:10-12, Hebreus 10:36 etc.
3. Até onde iremos em nossa fé para com Deus? Entenda que Ele NÃO vai nos chamar a sacrificar nossos filhos hoje como naquela ocasião (aquele que diz que Deus lhe disse para sacrificar QUALQUER ser humano hoje é delirante, na melhor das hipóteses). MAS, estaríamos dispostos a morrer por ele?

E. Além disso, cremos que Deus nos ressuscitará dos mortos? 1 Coríntios 15:51-52

Conclusão: Assim, podemos ver a fé de Abraão e por que ela é tão elogiada nas escrituras. Comparado a Abraão, como está nossa fé? É maior hoje do que ontem? Esforcemo-nos para desenvolver uma fé perfeita - confiando nEle e crendo nEle o tempo todo. Em nosso próximo estudo, vamos observar os outros patriarcas e Sara, esposa de Abraão.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem