Dançar é Pecado?

É pecado mover os pés de maneira rítmica (dançando) como entretenimento ou como parte da adoração a Deus? A palavra para dançar (ou sua variação) é encontrada apenas vinte e uma vezes na Bíblia. É importante perceber que a adoração de Deus nos tempos antigos era consideravelmente diferente do que é hoje.

O que nós, em nossos modos conservadores, achamos que é errado teria sido bastante aceitável para alguns de nossos amigos do Antigo Testamento que o adoravam com exuberância descarada e, sim, dançando.

Dançar é Pecado?

Dançar não era incomum entre os antigos israelitas e era empregado em várias ocasiões. Miriã, a irmã de Moisés, e outras mulheres israelitas, celebraram a destruição total do exército do Faraó no Mar Vermelho, movendo alegremente os seus pés (Êxodo 15:20-21).

O rei Davi, quando a Arca da Aliança estava sendo levada a Jerusalém pela primeira vez, celebrava-se dançando em volta dela durante sua jornada (2 Samuel 6:12-14). Tal comportamento alegre era comum durante as festas anuais de Deus (Juízes 21:19-21), em triunfos públicos (Juízes 11:34), e durante qualquer tempo que exigisse alegria (Salmos 30:11, Jeremias 31:4, 13).

A dança também foi usada para honrar e louvar o Eterno durante os cultos religiosos (Salmo 149:3, veja também Salmos 150:4).

O rei Salomão, o homem mais sábio que já viveu, afirmou que havia tempo para dançar (Eclesiastes 3:4)! Claramente, tal comportamento é uma parte aceitável de adorar o verdadeiro Deus.

Não há nenhuma declaração direta na Bíblia proibindo os casais de dançar, em todas as circunstâncias, como sendo um pecado. A aceitabilidade para realizar esta atividade para todos os outros, no entanto, depende da situação.

Dançar por si só, uma vez que é um conjunto, movimento harmonioso regular do corpo, não pode ser ilegal, mais do que andar ou correr. Mas, as circunstâncias podem torná-lo pecaminoso.

Jesus ensinou que a luxúria, que é o forte desejo de fazer sexo com alguém que não é cônjuge, é errado e um pecado. Embora seu ensinamento discuta a luxúria dos homens em relação às mulheres, deve ser aplicado a QUALQUER ser humano em relação a outra pessoa (Mateus 5:28).

A dança sexualmente sugestiva (realizada por uma pessoa para "divertir" os outros, por pessoas que estão namorando, etc.) não é apropriada. Tal comportamento pode tentar outros a cometer mais pecados além de qualquer desejo que eles criem em seus corações.
  • Algumas danças são obscenas.
  • Algumas danças são feitas em lugares e situações, e com pessoas que são mundanas.
  • Algumas danças são acompanhadas por um vestido imodesto.
  • Algumas danças podem levar os outros a pecar.
  • Algumas danças podem prejudicar a influência de um cristão.
Embora seja tecnicamente verdade que o conceito de dança não é inerentemente pecaminoso, a dança moderna em quase todas as suas formas certamente é.

Pessoas mundanas em lugares mundanos que participam de atividades mundanas se envolvem em danças para satisfazer suas luxúrias mundanas. Um cristão não tem nada a ver com essa iniquidade.

Dito isso, a Escritura não proíbe que uma pessoa, seja sozinha ou com outras pessoas, dance, desde que seu motivo não seja o de induzir os outros a desobedecerem a Deus.
Dançar é Pecado? Dançar é Pecado? Reviewed by Aldenir Araújo on 6/04/2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.