Um Estudo do Espírito Santo (6)

Romanos 8:13-14 13 porque se viverdes segundo a carne, haveis de morrer; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. 14 Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus”.

Para a maioria de nós, há muita mística sobre o Espírito Santo conduzindo corações através da regeneração. Jesus disse que seu trabalho é como o vento, você não sabe de onde veio e você não sabe para onde está indo. (João 3:3-5). Eu estava olhando para uma árvore no meu quintal da frente que tinha perdido todas as suas folhas no outono e agora está bonita e verde. Eu não posso ver como isso pode estar aparentemente morto uma semana e brotando para a vida na próxima semana. É a obra de Deus. Eu sei que tem que fazer a fotossíntese provocando a mudança, mas não consigo entender o mecanismo que faz com que funcione.

Um Estudo do Espírito Santo (6)

O mesmo acontece com a obra do Espírito Santo. Eu não posso ver o que está acontecendo na regeneração, mas posso ver vidas transformadas e sei que isso é feito com a lavagem e regeneração do Espírito Santo de Deus. É com o Espírito de Deus que Deus nos eleva para uma nova vida em Cristo. O Espírito Santo é o vento sob nossas asas.

Isaías 40:25-31 "25 A quem, pois, me comparareis, para que eu lhe seja semelhante? diz o Santo. 26 Levantai ao alto os vossos olhos, e vede: quem criou estas coisas? Foi aquele que faz sair o exército delas segundo o seu número; ele as chama a todas pelos seus nomes; por ser ele grande em força, e forte em poder, nenhuma faltará. 27 Por que dizes, ó Jacó, e falas, ó Israel: O meu caminho está escondido ao Senhor, e o meu juízo passa despercebido ao meu Deus? 28 Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos confins da terra, não se cansa nem se fatiga? E inescrutável o seu entendimento. 29 Ele dá força ao cansado, e aumenta as forças ao que não tem nenhum vigor. 30 Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os mancebos cairão, 31 mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão”.

I. Milagroso Versus Não Milagroso

A. Muitos se sentem compelidos a reproduzir os milagres bíblicos do primeiro século como prova de sua salvação. Eles podem procurar alguma visão especial de Deus como prova de sua conversão. As igrejas podem até requerer um testemunho pessoal de um trabalho misterioso do Espírito Santo como prova de conversão. Outros podem exigir que uma pessoa ore até que a pessoa comece a falar em línguas. Eles estão procurando por alguma manifestação miraculosa do Espírito Santo como prova de conversão.

1. O Espírito Santo não está limitado a fazer o seu trabalho somente através do milagroso.
a. A criação do mundo foi um milagre. Deus falou, Cristo criou os elementos e o Espírito Santo deu ao mundo físico a vida e as leis que perpetuariam a vida. Nós chamamos aquelas leis que perpetuam a vida no mundo natural as leis da natureza. As leis da natureza são dadas pelo poder de Deus para sustentar nosso mundo. Quando Deus intercede e anula as leis da natureza, como ressuscitar os mortos, ou instantaneamente acalmar uma tempestade na Galileia, chamamos isso de um milagre. É algo que só pode acontecer pelo poder sobrenatural. Um milagre, em essência, suspende as leis da natureza em uma determinada situação. Mas Deus escolhe administrar nosso mundo físico criado através de leis naturais, em vez de ocorrências sobrenaturais.

b. A criação do reino espiritual de Deus em Jesus Cristo foi um evento milagroso. Os mortos foram ressuscitados, o sol escureceu no meio do dia, os apóstolos falaram em línguas conhecidas do mundo que nunca haviam estudado, etc. Os cristãos receberam dons miraculosos especiais para perpetuar o crescimento do reino, mas tudo isso foi feito para confirmar a presença e aprovação de Deus sobre a Palavra que estava sendo falada. Os milagres nunca foram prova da conversão de uma pessoa, mas toda conversão ocorreu conforme os destinatários da mensagem obedeciam. As conversões continuam a acontecer hoje porque os destinatários da mensagem obedecem à Palavra de Deus, que os apóstolos falaram e o Espírito Santo confirmou.

(1) Alguns objetam que isso limita o poder de Deus para os crentes. Assim como Deus opera através das leis da natureza para sustentar nosso mundo, ele também trabalha através da Palavra de Deus para sustentar nossas vidas. A Palavra de Deus é viva e poderosa. Assim como Deus planta uma noz de carvalho sob uma enorme laje de granito que explode naquele granito e cresce em um grande carvalho, a Palavra de Deus também penetra em nossos corações e nos ressuscita para uma nova vida em Cristo.

(2) Muitos dizem que se você não pode ver e sentir isso, não é real. Quando leio o livro de Daniel, vejo Deus capacitando Daniel de uma maneira miraculosa para fazer sua vontade. Deus estava revelando sonhos e dando as interpretações como prova para Nabucodonosor que o Deus de Daniel era real. Deus resgatou três homens de uma fornalha de fogo. Então, quando leio o livro de Ester, o nome de Deus nem sequer é mencionado. Eu não vejo Deus falando com Mardoqueu ou Ester dando-lhes qualquer revelação especial sobre o que eles devem fazer para salvar os judeus. No entanto, para a pessoa que tem fé em Deus, ele vê a mão de Deus em todas as páginas do livro de Ester. A pessoa vê o poder de Deus no trabalho enquanto elabora o drama através de meios aparentemente naturais. Não há espaço para dúvidas - a poderosa presença de Deus é real, embora seu nome esteja conspicuamente ausente da história de Ester.

(3) Acreditar que Deus continua seu trabalho através de meios naturais, ao dar o crescimento da igreja e, naturalmente, dota-la das bênçãos necessárias para continuar a obra, de modo algum diminui a disponibilidade de seu poder para nós hoje. Hoje recebemos esse poder através da fé em seu trabalho continuado, enquanto nos esforçamos para trabalhar em harmonia com a mensagem confirmada a nós pelos apóstolos. Ele está aqui. Ele é real. Ele está no trabalho. Eu não posso ver ou sentir ele. Mas eu acredito nele. Ele continua tão poderoso como sempre.

Atos capítulo 12 é um belo capítulo que mostra como Deus está trabalhando com os cristãos para realizar sua vontade para eles. Herodes acabara de matar Tiago e aprisionou Pedro. Os cristãos estão na casa de Marcos orando, sem dúvida pela intervenção de Deus. A outra cena é o que está acontecendo dentro da prisão enquanto o anjo libera as correntes de Pedro e o leva para fora dos portões da prisão. Pedro vai para a casa de Marcos e ninguém pode acreditar que Pedro está fora da prisão. Isso é verdade conosco hoje, quando estamos orando a Deus sobre nossas necessidades; Os anjos de Deus estão trabalhando nos bastidores para responder nossas orações. Podemos nunca ver ou entender completamente o que eles estão fazendo, mas acreditamos que eles estão no trabalho e seu poder é real. Na maioria das vezes ficamos tão assustados quanto os cristãos do primeiro século quando Deus responde.

II. Os Dons do Espírito Para Equipar os Santos Para o Ministério

A. O trabalho do Espírito Santo no primeiro século foi confirmar a mensagem do evangelho da salvação, em vez de confirmar a conversão pessoal.

Marcos 16:20 “Eles, pois, saindo, pregaram por toda parte, cooperando com eles o Senhor, e confirmando a palavra com os sinais que os acompanhavam”

Atos 14:3 “Eles, entretanto, se demoraram ali por muito tempo, falando ousadamente acerca do Senhor, o qual dava testemunho à palavra da sua graça, concedendo que por suas mãos se fizessem sinais e prodígios”.

Romanos 15:18-19 18 porque não ousarei falar de coisa alguma senão daquilo que Cristo por meu intermédio tem feito, para obediência da parte dos gentios, por palavra e por obras, 19 pelo poder de sinais e prodígios, no poder do Espírito Santo; de modo que desde Jerusalém e arredores, até a Ilíria, tenho divulgado o evangelho de Cristo”

Hebreus 2:3-4 3 como escaparemos nós, se descuidarmos de tão grande salvação? A qual, tendo sido anunciada inicialmente pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram: 4 testificando Deus juntamente com eles, por sinais e prodígios, e por múltiplos milagres e dons do Espírito Santo, distribuídos segundo a sua vontade”.

1. A mensagem foi entregue quando o Espírito Santo pesquisou a mente de Deus e revelou sua mensagem em palavras aos apóstolos.

1 Coríntios 2:1-13 1 E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. 2 Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado. 3 E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor. 4 A minha linguagem e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria, mas em demonstração do Espírito de poder; 5 para que a vossa fé não se apoiasse na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus. 6 Na verdade, entre os perfeitos falamos sabedoria, não porém a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que estão sendo reduzidos a nada; 7 mas falamos a sabedoria de Deus em mistério, que esteve oculta, a qual Deus preordenou antes dos séculos para nossa glória; 8 a qual nenhum dos príncipes deste mundo compreendeu; porque se a tivessem compreendido, não teriam crucificado o Senhor da glória. 9 Mas, como está escrito: As coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam. 10 Porque Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito esquadrinha todas as coisas, mesmos as profundezas de Deus. 11 Pois, qual dos homens entende as coisas do homem, senão o espírito do homem que nele está? assim também as coisas de Deus, ninguém as compreendeu, senão o Espírito de Deus. 12 Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, mas sim o Espírito que provém de Deus, a fim de compreendermos as coisas que nos foram dadas gratuitamente por Deus; 13 as quais também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com palavras ensinadas pelo Espírito Santo, comparando coisas espirituais com espirituais”.

Efésios 3:2-5 2 Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus, que para convosco me foi dada; 3 como pela revelação me foi manifestado o mistério, conforme acima em poucas palavras vos escrevi, 4 pelo que, quando ledes, podeis perceber a minha compreensão do mistério de Cristo, 5 o qual em outras gerações não foi manifestado aos filhos dos homens, como se revelou agora no Espírito aos seus santos apóstolos e profetas”

2. O sistema completo de fé foi entregue de uma vez por todas. Judas reconhece que houve um sistema de fé para o qual devemos lutar. Esse sistema de fé foi entregue de uma vez por todas.
Judas 1:3 “Amados, enquanto eu empregava toda a diligência para escrever-vos acerca da salvação que nos é comum, senti a necessidade de vos escrever, exortando-vos a pelejar pela fé que de uma vez para sempre foi entregue aos santos”.

3. Devemos aderir à revelação do Espírito Santo dada pelos apóstolos.

Gálatas 1:6-9 6 Estou admirado de que tão depressa estejais desertando daquele que vos chamou na graça de Cristo, para outro evangelho, 7 o qual não é outro; senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. 8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema. 9 Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema”.

B. O trabalho do Espírito Santo no primeiro século foi equipar os santos para o trabalho de proclamar o evangelho e ministrar à igreja. Eles deveriam durar até que o completo sistema de fé fosse revelado. Eles deveriam durar até que o completo conhecimento do Filho de Deus fosse revelado. As obras miraculosas do Espírito Santo, confirmando a Palavra de Deus e equipando os santos, foram dadas até que o completo sistema de fé fosse revelado pelo Espírito Santo através dos apóstolos.

Efésios 4:8-16 8 Por isso foi dito: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, e deu dons aos homens. 9 Ora, isto-ele subiu-que é, senão que também desceu às partes mais baixas da terra? 10 Aquele que desceu é também o mesmo que subiu muito acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas. 11 E ele deu uns como apóstolos, e outros como profetas, e outros como evangelistas, e outros como pastores e mestres, 12 tendo em vista o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; 13 até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado de homem feito, à medida da estatura da plenitude de Cristo; 14 para que não mais sejamos meninos, inconstantes, levados ao redor por todo vento de doutrina, pela fraudulência dos homens, pela astúcia tendente à maquinação do erro; 15 antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, 16 do qual o corpo inteiro bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, efetua o seu crescimento para edificação de si mesmo em amor”.

III. Espírito do Profeta Sujeito ao Profeta

Paulo disse: "pois os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas". (1 Coríntios 14:32)

A. Ter o Espírito de Deus não é garantia de que alguém siga as instruções do Espírito. Havia aqueles que tinham o Espírito de Deus no Antigo Testamento e no Novo Testamento, que se recusaram a ensinar e seguir as instruções de Deus. Não houve subjugação do Espírito Santo para fazer com que os que estão cheios obedecessem.

1. Saul era o ungido de Deus, mas ele recusou a instrução de Deus.

1 Samuel 15:1-3 1 Disse Samuel a Saul: Enviou-me o Senhor a ungir-te rei sobre o seu povo, sobre Israel; ouve, pois, agora as palavras do Senhor. 2 Assim diz o Senhor dos exércitos: Castigarei a Amaleque por aquilo que fez a Israel quando se lhe opôs no caminho, ao subir ele do Egito. 3 Vai, pois, agora e fere a Amaleque, e o destrói totalmente com tudo o que tiver; não o poupes, porém matarás homens e mulheres, meninos e crianças de peito, bois e ovelhas, camelos e jumentos”.

1 Samuel 15:10-11 10 Então veio a palavra do Senhor a Samuel, dizendo: 11 Arrependo-me de haver posto a Saul como rei; porquanto deixou de me seguir, e não cumpriu as minhas palavras. Então Samuel se contristou, e clamou ao Senhor a noite toda”.

2. Pedro pregou a instrução de Deus aos judeus e gentios a respeito de trazer os gentios para o corpo de Cristo, mas ele enganou os outros enquanto ele representava o hipócrita.

Gálatas 2:11-13 11 Quando, porém, Cefas veio a Antioquia, resisti-lhe na cara, porque era repreensível. 12 Pois antes de chegarem alguns da parte de Tiago, ele comia com os gentios; mas quando eles chegaram, se foi retirando e se apartava deles, temendo os que eram da circuncisão. 13 E os outros judeus também dissimularam com ele, de modo que até Barnabé se deixou levar pela sua dissimulação”.

3. Os coríntios usaram mal seus dons espirituais.

Paulo disse aos coríntios que estavam usando seus dons espirituais de maneira imprópria; "pois os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas" (1 Coríntios 14:32). Eles estavam abusando de seus dons espirituais, ignorando como o Espírito Santo pretendia que eles fossem usados. Eles estavam se orgulhando da presença dos dons espirituais e negligenciando seu propósito de edificar o corpo de Cristo.

Compreendemos a partir desses exemplos que era possível que uma pessoa fosse espiritualmente investida pelo Espírito e ensinasse e agisse incorretamente.

1 Coríntios 14:37-38 37 Se alguém se considera profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor. 38 Mas, se alguém ignora isto, ele é ignorado”.

B. O evangelho pode ser pervertido torcendo o que ensina e recusando-se a cumprir seus preceitos. A única maneira de testar o que alguém está ensinando é medindo o que ele ou ela diz com o que a Palavra de Deus diz.

1. Moisés alertou os israelitas sobre falsos profetas e disse-lhes como testar os profetas.

Deuteronômio 18:18-22 18 Do meio de seus irmãos lhes suscitarei um profeta semelhante a ti; e porei as minhas palavras na sua boca, e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar. 19 E de qualquer que não ouvir as minhas palavras, que ele falar em meu nome, eu exigirei contas. 20 Mas o profeta que tiver a presunção de falar em meu nome alguma palavra que eu não tenha mandado falar, ou o que falar em nome de outros deuses, esse profeta morrerá. 21 E, se disseres no teu coração: Como conheceremos qual seja a palavra que o Senhor falou? 22 Quando o profeta falar em nome do Senhor e tal palavra não se cumprir, nem suceder assim, esta é a palavra que o Senhor não falou; com presunção a falou o profeta; não o temerás”.

2. Há espíritos mentirosos. João nos adverte a não acreditar em todo Espírito.

1 João 4:1 “Amados, não creiais a todo espírito, mas provai se os espíritos vêm de Deus; porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo”.

Conclusão: Aprendemos a verdade e recebemos o poder de Deus ao aderirmos à palavra dada pelos apóstolos. O Espírito Santo trabalha em implantar a Palavra em nossos corações através da mensagem dos apóstolos e trabalha através das leis naturais de seu reino para produzir crescimento em nossas vidas.
Um Estudo do Espírito Santo (6) Um Estudo do Espírito Santo (6) Reviewed by Aldenir Araújo on 6/08/2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Tecnologia do Blogger.