Pergunta: Em João, capítulo 2, onde Jesus transformou a água em vinho no casamento em Caná; esse vinho era alcoólico ou embriagante?

Resposta: A resposta é "Não" e aqui estão os fatos. A palavra grega para "vinho" aqui é "oinos". É uma palavra genérica que inclui todos os tipos de vinho e todas as etapas do suco da uva, às vezes os cachos e até a videira. A própria palavra, portanto, não pode nos dar a resposta.
Em Provérbios 20:1 nos é dito que,
"O vinho é escarnecedor, e a bebida forte alvoroçadora; e todo aquele que neles errar não e sábio"
Não seria depreciativo para o caráter de Cristo supor que Ele exerceu Seu poder miraculoso para produzir vinho alcoólico, embriagante? Vinho que a Bíblia denunciou como "escarnecedor" (Provérbios 20:1); "morde como uma serpente" e "pica como um basilisco" (Provérbios 23:32); como o "veneno de serpentes, e peçonha cruel de víboras" (Deuteronômio 32:33); e que o Espírito Santo havia escolhido como emblema da ira de Deus (Apocalipse 16:19).

Outro fato é que o álcool não ocorre naturalmente em nenhum produto da natureza; nunca foi criado por Deus; mas é essencialmente uma coisa artificial preparada pelo homem através do processo destrutivo de fermentação. Um homem que visitou a Palestina há 130 anos atrás pesquisando vinhos da Bíblia citou o seguinte: "Todos os que conhecem os vinhos usados ​​na época compreendem bem o suco não fermentado da uva. Os vinhos atuais de Jerusalém e do Líbano, como nós os provávamos, eram comumente fervidos e doce, sem qualidades embriagantes, como os que encontramos aqui em licores chamados vinhos. A fervura impede a fermentação. Esses eram considerados os melhores vinhos que eram menos fortes"

Este evento, o casamento em Caná, não fornece sanção para o uso de bebidas alcoólicas hoje.

Jesus Produziu Vinho Alcoólico no Casamento em Caná?

Os Apóstolos Estavam Bêbados de Vinho no Pentecostes?

Pergunta: Você pode explicar como em Atos 2, quando aqueles falavam e todos entendiam em seu próprio idioma, como eles poderiam ser acusados ​​de estarem bêbados com "vinho novo"? “Estão cheios de vinho novo” (Atos 2:13)

Resposta: O "vinho novo" mencionado aqui é o grego "gleukos". Nosso Lexicon o torna "vinho novo e não fermentado, de "glukus", doce, agradável ao paladar." Este é o único lugar em que essa palavra aparece no Novo Testamento grego.

Três improbabilidades:

Primeiro, que esses zombadores pensariam que ficar bêbado permitiria falar instantaneamente 15 idiomas diferentes, sem anos de estudo.

Segundo, pensar que "vinho novo" (gleukos), não fermentado, causaria embriaguez.

Terceiro, Pedro lembra que é a terceira hora, hora judaica (sendo 9 horas da manhã, horário romano). Esta era a hora do sacrifício da manhã e não era comum os homens estarem bêbados a essa hora. 1 Tessalonicenses 5:7 diz: "... os que se embriagam, embriagam-se de noite".

Para esses zombadores fazerem tal afirmação, provavelmente eles próprios eram alcoólatras. Estes, sem dúvida, usaram a Festa de Pentecostes, assim como alguns usam o Natal como uma desculpa para "celebrar" e embebedar-se. Esses homens são a prova de que Provérbios 20:1 é verdadeiro.
"O vinho é escarnecedor, e a bebida forte alvoroçadora; e todo aquele que neles errar não e sábio"
O vinho tinha pervertido tanto o pensamento deles que eles até pensavam que "vinho novo" (não fermentado) deixaria uma pessoa bêbada. Isso é o que o álcool fará em sua mente.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem